sicnot

Perfil

Economia

Brexit continua a dominar mercados, libra atingiu novo mínimo histórico

Brexit continua a dominar mercados, libra atingiu novo mínimo histórico

O Brexit e as eleições espanholas estão a marcar o dia nos mercados financeiros. A libra voltou a atingir um novo mínimo histórico durante a manhã. Depois de uma sexta-feira negra, as bolsas continuam a cair mas menos .

  • Christine Lagarde quer negociações tranquilas e claras entre UE e Reino Unido
    0:31

    Brexit

    A chefe máxima do Fundo Monetário Internacional quer uma transição suave e negociações claras entre as autoridades britânicas e europeias. Christine Lagarde assegura que o FMI tudo fará junto dos estados-membros para garantir a estabilidade global. O divórcio da União Europeia já custou uma desvalorização da libra face ao euro e ao dólar.

  • Brexit provoca pânico entre os investidores
    1:48

    Brexit

    Foi uma sexta feira negra nos mercados financeiros, apanhados totalmente de supresa pelo Brexit. O pânico instalou-se entre os investidores. As bolsas afundaram, o euro derrapou, a libra atingiu o valor mais baixo dos 30 anos, e as taxas da dívida dispararam.

  • Libra, euro e bolsas europeias afundam
    2:07

    Brexit

    No dia em que o Reino Unido comunica a saída da União Europeia, a libra atingiu valores históricos. O impacto do Brexit também se sentiu nos mercados, já que as bolsas europeias abriram em queda. A Bolsa de Lisboa atingiu mínimos de 20 anos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06