sicnot

Perfil

Economia

Ministério das Finanças garante que não há novo plano de resgate a Portugal

O Ministério das Finanças garante que não está em consideração qualquer novo plano de ajuda financeira a Portugal, ao contrário do que o governante alemão inicialmente terá dito.

Em comunicado, o gabinete de Mário Centeno esclarece que o Executivo continuará focado no cumprimento das metas estabelecidas para retirar Portugal do Procedimento por défices excessivos.

Ainda em comunicado, são sublinhados os dados da execução orçamental conhecidos até novembro, como um sinal de que o caminho traçado está a ser seguido.

O ministério das Finanças reitera também o empenho do Governo português no cumprimento.

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, afirmou hoje que Portugal está a pedir "um segundo programa" e que "vai consegui-lo", em declarações citadas pela agência de informação financeira Bloomberg.

Mais tarde, já em declarações aos jornalistas, o governante alemão corrigiu as suas declarações: "Os portugueses não o querem e não vão precisar de um segundo resgate se cumprirem as regras europeias", precisou.

Ainda na nota de imprensa divulgada pelas Finanças é dito que, "no atual momento que a Europa atravessa, o Governo continuará a trabalhar com a serenidade e a responsabilidade que o projeto europeu exige" e que mantém o empenho em cumprir os "compromissos europeus, parlamentares e, acima de tudo, com os portugueses."

  • Não houve negligência médica no caso do jovem em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • "Nobel é um incentivo para toda uma nação"
    1:19