sicnot

Perfil

Economia

Secretário-geral da OCDE pede flexibilidade a Bruxelas

O secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, defendeu hoje, em Lisboa, que a "última coisa" de que a Europa precisa neste momento é "criar divisões" através da aplicação de sanções, pedindo flexibilidade às instituições europeias.

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE (AP/ Arquivo)

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE (AP/ Arquivo)

Markus Schreiber

"Este é um momento para trabalhar em respostas conjuntas a crises como o crescimento económico medíocre e para enfrentar desafios como a crise dos migrantes e refugiados, ao terrorismo e ao 'Brexit'. E claro, a última coisa que precisamos é de criar divisões entre nós ao aplicar sanções", afirmou o secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Angel Guría discursava no Fórum Global de Produtividade da OCDE, que teve início na quinta-feira e termina hoje, em Lisboa, e aproveitou para comentar a abertura de um processo de sanções a Portugal e Espanha pela Comissão Europeia, que concluiu que os dois países não tomaram "medidas eficazes" para corrigir os seus défices excessivos.

"Nem sequer são sanções, porque estão relacionadas com o passado, não com o futuro", apontou o secretário-geral, criticando que a sua aplicação "não tem em consideração a crise do setor bancário".

Na opinião do líder da instituição sediada em Paris, a crise da banca exige aos Estados que "seja feito o que for preciso" para manter a estabilidade, não pelo bem dos banqueiros, "mas pelo bem dos depositantes e da confiança dos sistemas económico e financeiro desses países".

Por isso, insistiu, "a última coisa que é necessária neste momento é que a Comissão Europeia fale agora sobre sanções a países que se desviaram do objetivo de redução do défice em 0,2 pontos percentuais".

Portugal encerrou o ano anterior com um défice de 4,4% do Produto Interno Bruto (PIB), mas excluindo a recapitalização do Banif esse valor cai para 3,2% (segundo Bruxelas), o que fica 0,2 pontos percentuais acima dos 3,0% previstos nas regras europeias.

"O que estamos a dizer é que a resposta não são sanções. É flexibilidade", reiterou.

Lusa

  • Bruxelas deixa decisão sobre sanções aos ministros das Finanças da UE
    2:23

    Economia

    A Comissão Europeia abriu um processo contra Portugal e Espanha, por não terem tomado medidas suficientes para corrigir os défices. O anúncio foi feito hoje em Bruxelas, numa conferência onde se evitou falar de sanções. Contudo, os comissários europeus deixam a decisão sobre as sanções para os ministros das Finanças da União Europeia. No caso de o Conselho Europeu confirmar a recomendação da Comissão, vai haver congelamento dos fundos comunitários.

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39

    País

    Eleito com menos de 40% dos votos, Fernando Negrão desvaloriza as críticas de alguns deputados que consideram que a nova liderança parlamentar do PSD não está legitimada. Em entrevista à SIC Notícias, disse esta quinta-feira que não há problema se houver deputados a sair porque podem sempre ser substituídos.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00