sicnot

Perfil

Economia

Secretário-geral da OCDE pede flexibilidade a Bruxelas

O secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, defendeu hoje, em Lisboa, que a "última coisa" de que a Europa precisa neste momento é "criar divisões" através da aplicação de sanções, pedindo flexibilidade às instituições europeias.

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE (AP/ Arquivo)

Angel Gurría, secretário-geral da OCDE (AP/ Arquivo)

Markus Schreiber

"Este é um momento para trabalhar em respostas conjuntas a crises como o crescimento económico medíocre e para enfrentar desafios como a crise dos migrantes e refugiados, ao terrorismo e ao 'Brexit'. E claro, a última coisa que precisamos é de criar divisões entre nós ao aplicar sanções", afirmou o secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Angel Guría discursava no Fórum Global de Produtividade da OCDE, que teve início na quinta-feira e termina hoje, em Lisboa, e aproveitou para comentar a abertura de um processo de sanções a Portugal e Espanha pela Comissão Europeia, que concluiu que os dois países não tomaram "medidas eficazes" para corrigir os seus défices excessivos.

"Nem sequer são sanções, porque estão relacionadas com o passado, não com o futuro", apontou o secretário-geral, criticando que a sua aplicação "não tem em consideração a crise do setor bancário".

Na opinião do líder da instituição sediada em Paris, a crise da banca exige aos Estados que "seja feito o que for preciso" para manter a estabilidade, não pelo bem dos banqueiros, "mas pelo bem dos depositantes e da confiança dos sistemas económico e financeiro desses países".

Por isso, insistiu, "a última coisa que é necessária neste momento é que a Comissão Europeia fale agora sobre sanções a países que se desviaram do objetivo de redução do défice em 0,2 pontos percentuais".

Portugal encerrou o ano anterior com um défice de 4,4% do Produto Interno Bruto (PIB), mas excluindo a recapitalização do Banif esse valor cai para 3,2% (segundo Bruxelas), o que fica 0,2 pontos percentuais acima dos 3,0% previstos nas regras europeias.

"O que estamos a dizer é que a resposta não são sanções. É flexibilidade", reiterou.

Lusa

  • Bruxelas deixa decisão sobre sanções aos ministros das Finanças da UE
    2:23

    Economia

    A Comissão Europeia abriu um processo contra Portugal e Espanha, por não terem tomado medidas suficientes para corrigir os défices. O anúncio foi feito hoje em Bruxelas, numa conferência onde se evitou falar de sanções. Contudo, os comissários europeus deixam a decisão sobre as sanções para os ministros das Finanças da União Europeia. No caso de o Conselho Europeu confirmar a recomendação da Comissão, vai haver congelamento dos fundos comunitários.

  • Vários mortos em avalancha em Itália

    Mundo

    Várias pessoas morreram numa avalanche que atingiu um hotel numa estação de esqui na montanha de Gran Sasso, Itália. As equipas de socorro conseguiram resgatar duas pessoas, mas admitem ainda a existência de quase 30 mortos.

    Em desenvolvimento

  • Mortágua acusa PSD de andar a brincar com a vida das pessoas
    0:47

    Opinião

    No Esquerda/Direita da SIC Notícias, António Leitão Amaro reafirmou ontem à noite que o PSD não é contra o aumento do salário mínimo mas contra a descida da TSU. Já Mariana Mortágua acusou os sociais-democratas de andar a brincar com a vida dos portugueses.

  • Temperaturas negativas congelam rio em Bragança
    1:26

    País

    As baixas temperaturas os últimos dois dias, com as mínimas a descer até aos 10 graus negativos durante a noite e madrugada, congelaram o rio que atravessa a aldeia de Gimonde, no concelho de Bragança. O repórter da SIC João Faiões esteve esta manhã no local.

  • Pelo menos 30 mortos e 75 feridos em incêndio e derrocada de edifício em Teerão

    Mundo

    Pelo menos 30 bombeiros morreram esta quinta-feira e cerca de 75 pessoas ficaram feridas em Teerão, quando um edifício de 17 andares ruiu depois de ser consumido pelas chamas, noticiaram os meios de comunicação estatais iranianos. O edifício "Plasco" situa-se no centro da capital iraniana, a norte da zona do mercado.

    Em desenvolvimento

  • Os finalistas do Carro do Ano 2017 são...
    0:53

    Economia

    São sete os escolhidos pelos jurados do Carro do Ano, iniciativa do Expresso e da SIC Notícias. À final chegaram o Citroen C3 Pure Tech, o Hyundai IONIQ Hybrid Tech, da Kia o novo modelo Optima Sportwagon 1.7 CRDi GT Line, o Peugeot 3008 Allure 1.6 BlueHdi, o Renault Mégane Sport Tourer Energy dCI, o SEAT Ateca 1.6 TDI CR Style e ainda o Volvo V90.

  • Feriado no Carnaval e fim das pontes chumbados
    2:15

    País

    Nem o Carnaval vai passar a ser feriado, nem as pontes vão acabar. O PS rejeitou esta quarta-feira no Parlamento uma proposta do PSD para que os feriados a meio da semana sejam gozados na segunda-feira seguinte. Ao mesmo tempo, os socialistas recusaram duas propostas apoiadas pelos partidos de esquerda, para que o Carnaval passasse a ser sempre feriado.

  • As alterações na carta de condução que ajudam a poupar
    6:16