sicnot

Perfil

Economia

Finanças garantem que maioria dos reembolsos de IRS será feita até fim de julho

O Governo afirmou hoje que a generalidade dos reembolsos do IRS vai ficar concluída "até ao final deste mês", salvaguardando, no entanto, que "as situações mais complexas" poderão ser apenas finalizadas posteriormente.

Fonte do Ministério das Finanças disse hoje à Lusa que, "excetuando-se as situações mais complexas que exigem um maior cruzamento de dados, os reembolsos (de IRS) estarão concluídos até ao final deste mês".

Em junho, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais já tinha dito no parlamento que a Autoridade Tributária e Aduaneira está a demorar, em média, 36 dias a pagar os reembolsos do IRS (Imposto sobre o Rendimento das pessoas Singulares), mais do que no ano passado, justificando com as novas regras que entraram em vigor.

"Embora o número dos 25 dias capte a imaginação das pessoas, o prazo médio de entrega nunca foi 25 dias. Foi de 30 dias no ano passado e este ano está em 36 dias. Há um aumento que se deve sobretudo à aplicação de regras novas e maior complexidade. Acho que não é um mau resultado", afirmou Fernando Rocha Andrade.

O Ministério das Finanças comprometeu-se em avançar com os primeiros reembolsos 25 dias após a data da primeira entrega de declarações, considerando na altura (meados de abril), que não se verificavam razões para atrasos no pagamento dos restantes reembolsos.

O governante admitiu que se apercebeu "rapidamente" dos atrasos nos reembolsos pelos vários pedidos de informação que lhe chegaram, o que considerou ser um "mau indício" por revelar "um desvio que existe entre as tabelas de retenção na fonte e o IRS, que se agravou no ano passado" e que faz com que "o montante que é cobrado seja excessivo sistematicamente".

Lusa

  • Mais um atraso no reembolso do IRS
    2:01

    Economia

    Centenas de contribuintes estão a reclamar por mais um atraso no reembolso do IRS. Na Autoridade Tributária é dada indicação de transferência bancária, depois criação de cheque e de novo transferência sem que os contribuintes recebam o dinheiro. O Ministério das Finanças diz que se tratou de um problema informático já resolvido.

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32