sicnot

Perfil

Economia

Contrafação de notas de euro diminuiu desde o início de 2016

REUTERS

No primeiro semestre de 2016 foram retiradas de circulação 331 mil notas falsas de euro, sendo a maior parte delas de 20 e 50 euros, disse hoje o Banco Central Europeu (BCE), através de um comunicado.

"Foram retiradas de circulação 331 000 notas de euro contrafeitas no primeiro semestre de 2016, ou seja, 25% menos do que no segundo semestre de 2015", refere o BCE

O comunicado especifica que cerca de 80% das contrafações eram notas de 20 e 50 euros.

"As notas de 20 e 50 euros continuaram a ser as mais contrafeitas. Em comparação com os valores relativos ao segundo semestre de 2015, a proporção de contrafações de notas de 20 euros diminuiu e a de notas de 50 euros aumentou. Em conjunto, estas denominações representaram 79,8% do total de notas contrafeitas", acrescenta o documento.

Segundo o comunicado, a maioria das contrafações (97,6%) foi detetada em países da área do euro.

Apenas 1,7% das notas contrafeitas foram apreendidas em Estados-membros da União Europeia não pertencentes à área do euro e menos de 0,7% foram detetadas em outras partes do mundo.

O Banco Central Europeu indica ainda que a nova nota de 50 euros, "que incorpora elementos de segurança inovadores", vai entrar em circulação no dia 4 de abril de 2017.

No mesmo contexto, o comunicado do BCE sublinha que o Eurosistema desenvolve "diversas atividades" de comunicação para auxiliar os cidadãos a distinguir entre notas verdadeiras e contrafeitas.

"Se receber uma nota suspeita, compare-a com outra que saiba ser verdadeira. Caso as suas suspeitas se confirmem, contacte as autoridades policiais ou, dependendo da prática nacional, o banco central ou o seu próprio banco. O Eurosistema apoia as autoridades policiais na luta contra a contrafação de moeda", alerta o BCE

Lusa

  • Nova nota de 10 euros
    1:48

    Economia

    Entra amanhã em circulação uma nova nota de 10 euros. Tal como aconteceu com a de 5 euros, no ano passado, um dos grandes objetivos é reduzir a contrafação. Quem tem notas das antigas, não precisa de as trocar. A transição será feita de forma gradual.

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Com este vamos arrancar-lhe uma lagriminha!

    Mundo

    Nesta redação, não se vive só de notícias. Também gostamos de nos emocionar com o mundo virtual. Imbuídos pela quadra natalícia, decidimos partilhar este vídeo polaco consigo. O que é preciso para o emocionar? Um tema com uma mensagem simples e que nos faça lembrar que somos todos feitos de carne e osso. Um toque de humor. Um sentimento sazonal, mas nunca em excesso. Um cão [é preciso haver sempre um cão]. Um enredo e algum suspense que nos prenda ao écran. Algo que nos faça engolir em seco. Foi isto que fez um site de vendas online com um anúncio com o título: "Inglês para principiantes". Então? Atingimos o nosso objetivo? Com ou sem lágrima?

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.