sicnot

Perfil

Economia

Santos Silva acusa administrador do BPI por falta de sigilo

Presidente do Conselho de Administração do Banco BPI, Artur Santos Silva (Lusa/Arquivo)

JOSE COELHO

O presidente do BPI declarou que um administrador terá passado informação privilegiada para um acionista, depois de a assembleia-geral de hoje ter sido suspensa na sequência de uma providência cautelar apresentada pelo acionista Violas Ferreira.

Na conferência de imprensa que se seguiu à suspensão da assembleia-geral, na qual iriam ser votadas duas propostas para desblindagem dos estatutos do banco em relação ao limite de votação de 20%, o presidente do Conselho de Administração do BPI, Artur Santos Silva, sublinhou que "os administradores têm que guardar total confidência do que se passa, portanto houve um administrador que passou informação, neste aspeto privilegiada, para fora, para um acionista".

Questionado sobre se o Conselho de Administração iria agir em relação a esta situação, Santos Silva escusou-se a responder: "Não vou, neste momento, fazer nenhumas leituras".

As declarações de Santos Silva surgem na sequência da suspensão por 45 dias da assembleia-geral de hoje, no Porto, depois de apresentada uma providência cautelar contra a proposta da administração para a desblindagem dos estatutos com base no facto de o projeto de ata apresentado aquando da convocatória para a assembleia-geral não ter sido ainda aprovado pelo Conselho de Administração, o que levou à aceitação da ação judicial.

"Nós não fomos ouvidos. Se tivéssemos sido ouvidos penso que isto não tinha acontecido. Isto foi decretado pelo juiz sem nós termos sido ouvidos. O que é possível, nestes instrumentos. A providencia cautelar foi solicitada [na quinta-feira] e obtida [na quinta-feira]", acrescentou.

Santos Silva explicou que o procedimento normal da administração é aprovar as atas na reunião seguinte, que, neste caso, vai ter lugar na próxima terça-feira.

"As nossas atas são extremamente detalhadas e são aprovadas numa reunião subsequente do conselho", disse o presidente do Conselho de Administração.


Lusa

  • Fogo reaproxima-se do Parque Empresarial de Proença-a-Nova

    País

    Um reacendimento próximo do Parque Empresarial de Proença-a-Nova (PEPA) é esta quarta-feira à tarde a situação mais complicada do fogo que lavra no concelho e no local já estão concentrados meios de combate, disse à Lusa o presidente da Câmara.

  • Sócrates diz que Direita quis impedi-lo de candidatura presidencial

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates reiterou esta quarta-feira, em declarações aos correspondentes estrangeiros em Portugal, que o processo judicial em que está envolvido resulta de uma campanha orquestrada pela direita para evitar a sua candidatura a Presidente da República.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Dia dos Avós nasceu em Penafiel
    1:48

    País

    O Dia dos Avós, que hoje se assinala, nasceu por iniciativa de uma habitante de Penafiel. A data foi celebrada no parque da cidade, com centenas de avós.

  • Trump proíbe transgéneros no exército norte-americano

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira que as pessoas transgénero não podem servir no exército dos Estados Unidos, justificando a decisão com os "custos médicos enormes" e as perturbações que tal situação envolve.

  • Oposição tenta travar eleição da nova Assembleia Constituinte na Venezuela
    2:14