sicnot

Perfil

Economia

Sonangol pediu empréstimo de 1.000 milhões de dólares em 2015

Sede da petrolífera angolana Sonangol, em Luanda.

© Ed Cropley / Reuters

A petrolífera estatal angolana Sonangol teve de recorrer a um empréstimo de 1.000 milhões de dólares (910 milhões de euros) junto do britânico Standard Chartered Bank para financiar projetos e despesas operacionais durante o ano de 2015.

A informação consta do mais recente Relatório e Contas da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), que até agora não tinha sido divulgado e ao qual a agência Lusa teve hoje acesso.

O empréstimo, que entrou nas contas da Sonangol com o equivalente a 125.783 milhões de kwanzas (à taxa de câmbio da altura), é a 60 meses e foi feito num ano de fortes dificuldades financeiras da petrolífera angolana, decorrentes da quebra para metade nas receitas com a exportação de crude.

Contudo, o próprio documento admite que face à "situação patrimonial e desempenho consolidado do grupo Sonangol", tendo em conta os resultados de 2015, "não foi possível cumprir na íntegra os convénios financeiros exigidos" nos acordos de crédito, como os rácios de endividamento.

"A empresa tem em curso um amplo programa interno de reformas com vista a redução do endividamento, do custeio operacional e otimização das suas operações para mitigar e inverter a situação nos exercícios seguintes", lê-se no documento, sobre as contas de 2015.

A empresária Isabel dos Santos assumiu em junho passado as funções de presidente do conselho de administração da Sonangol, nomeada para o cargo no âmbito do processo de reestruturação da concessionária estatal, sucedendo a Francisco de Lemos José Maria.

Este empréstimo junta-se a outras operações anteriores entre o SCB e a Sonangol - 3,5 mil milhões de dólares em dois empréstimos a 84 meses concedidos em 2014 - e é justificada no documente face à "necessidade de um reforço" para "financiar" os "projetos de capitais estruturantes e outras despesas operacionais" do grupo estatal do setor petrolífero.

O relatório e contas refere que a dívida líquida da Sonangol ascendia, a 31 de dezembro de 2015, a 1,238 biliões de kwanzas (6,8 mil milhões de euros), valor superior em 357.256 milhões de kwanzas (1,9 mil milhões de euros) em relação ao período homólogo do ano anterior.

A dívida de longo prazo representava 76% do endividamento total da Sonangol no final de 2015.

A petrolífera detida pelo Estado angolano fechou o exercício de 2015 com ativos de 6,346 biliões de kwanzas (34,8 mil milhões de euros) e um capital próprio total de 2,529 biliões de kwanzas (13,9 mil milhões de euros), incluindo 47.168 milhões de kwanzas (259 milhões de euros) de resultados líquidos positivos.

A petrolífera anunciou em fevereiro passado os primeiros indicadores do exercício de 2015, nomeadamente a queda de 34% na receita, face a 2014, registando igualmente uma descida dos lucros na ordem dos 45%, atribuíveis principalmente à queda do preço do petróleo.

De acordo com o relatório e contas agora fechado, o volume de negócios consolidado da Sonangol foi avaliado em 2,349 biliões de kwanzas (12,9 milhões de euros) em 2015, contra os 3,498 biliões de kwanzas (19,2 mil milhões de euros) no ano anterior.

Lusa

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • 6 polícias feridos e 4 detidos em manifestação pela morte de português em Londres
    1:29

    Mundo

    A manifestação começou ainda durante a tarde deste domingo, na capital britânica e culminou em violência, com 6 polícias feridos, 4 pessoas detidas e a evacuação de uma das principais estações de transportes da zona leste da Londres. Os manifestantes acusam a polícia britânica de agressão na noite de 15 de junho, quando um português, de 25 anos, foi mandado parar pela polícia. O jovem acabou por morrer no hospital 5 dias depois.

  • Novo avião da TAP a lembrar o passado
    1:32
  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01

    País

    Um avião da TAP voltou a cruzar-se este domingo com um drone, enquanto se preparava para aterrar no aeroporto de Lisboa. A aproximação deu-se a 900 metros de altitude e passou muito perto da asa da aeronave. Este é o 10.º incidente com drones este ano e o 6.º este mês.

  • Bruno Fernandes já está em Lisboa
    4:53

    Mercado de transferências

    Bruno Fernandes já está em Lisboa a dar autógrafos com a camisola do Sporting. André Moreira, guarda-redes do Atlético Madrid, oficializado em breve no Benfica. Eis as últimas do mercado de transferências, por Gonçalo Azevedo Ferreira.

  • Os russos adoram Portugal
    2:48

    Taça das Confederações

    Os portugueses que foram à Rússia para a Taça das Confederações ficaram surpreendidos pela forma calorosa com que todos foram recebidos. Cristiano Ronaldo é o grande responsável por esta paixão pelo nosso país.

    Enviados SIC

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.