sicnot

Perfil

Economia

"Na carta que enviámos, tornámos claro o nosso compromisso"

"Na carta que enviámos, tornámos claro o nosso compromisso"

O ministro dos Negócios Estrangeiros esteve no Jornal da Noite da SIC para comentar a decisão da Comissão Europeia sobre as sanções a Portugal. Augusto Santos Silva explicou que na carta enviada estava explícito o compromisso de Portugal.

Em relação às palavras do Presidente da República sobre o cumprimento de objetivos, o ministrou ouviu como um incentivo, e não como um aviso. Augusto Santos Silva admite que a economia portuguesa está a recuperar, mas existem ainda muitas incertezas quanto à economia internacional.

Segundo o ministro, é preciso concentrar no essencial, nunca perdendo de vista as metas orçamentais. Santos Silva diz que as medidas que estão contidas no Orçamento de Estado para 2016 são as medidas essenciais para reduzir o défice estrutural.

O ministro dos Negócios Estrangeiros falou ainda na carta enviada a Bruxelas, na qual estava explícito o compromisso de Portugal.

  • "Vale a pena jogar o jogo das regras europeias"
    1:41

    Economia

    Augusto Santos Silva diz que a decisão de Bruxelas, de anular a aplicação de sanções, é uma boa notícia para Portugal e para a Europa. Na primeira reação à decisão da Comissão Europeia, o ministro dos Negócios Estrangeiros diz que esta decisão mostra que a razão estava do lado de Portugal e que vale a pena jogar o jogo das regras europeias.

  • "Foi uma vitória para a Europa e Portugal"
    2:27

    Economia

    O Governo diz que a decisão de Bruxelas mostra que Portugal tinha razão e que vale a pena entrar no jogo das regras europeias. O Presidente da República diz que é uma vitória de Portugal, da Europa e da responsabilidade. No entanto, Marcelo Rebelo de Sousa avisa o Governo que agora é preciso cumprir objetivos.

  • Decisão final da multa a Portugal cabe ao ECOFIN
    2:26

    Economia

    Bruxelas propôs o cancelamento da multa a Portugal e a Espanha. A decisão final está agora nas mãos dos ministros das Finanças da União Europeia. Contudo, a Comissão Europeia defende que é uma proposta dentro das regras e que é compreendida pelos cidadãos europeus.

  • Bruxelas quer medidas adicionais em Portugal
    1:50

    Economia

    Bruxelas não vai aplicar multas a Portugal. Contudo, exige que sejam tomadas medidas adicionais para garantir um défice de 2,5% em 2016. O esforço adicional ronda os 450 milhões de euros. Isto, porque a Comissão Europeia calcula que, se não forem tomadas mais medidas, o défice deste ano atinja os 2,7%.

  • "Quando nos unimos em torno de causas justas, vencemos"
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que a não existência de sanções é uma vitória de Portugal e de todos os portugueses, de todos os partidos políticos, dos que governam e dos que governavam nos últimos quatro anos. Na mensagem a partir de Belém, o Presidente da República lembrou ainda que a decisão da Comissão Europeia mostra também que quando o país se une, o país consegue.

  • Da esquerda à direita, as reações ao cancelamento de sanções

    Economia

    O Governo diz que a decisão de Bruxelas de anular a aplicação de sanções é uma boa notícia. Também para o PSD, hoje é um dia bom para Portugal. O CDS fica igualmente mas pede ao Executivo para tirar Portugal do "radar" das sanções. Já o PCP considera que a decisão é uma forma de manter a chantagem e a pressão. Para o Bloco de Esquerda, é um sinal que vale a pena lutar pelo país na Europa.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.