sicnot

Perfil

Economia

Descontos de 15% em algumas autoestradas entram hoje em vigor

LUSA

A partir de hoje, quem circular em algumas autoestradas do interior e Algarve vai pagar menos 15% nas portagens. A medida abrange a A23, que liga Torres Novas à Guarda, a A22, entre Lagos e Vila Real de Santo António, e a A24, entre Viseu e Chaves. Os descontos também se aplicam em alguns troços da A4.

O Ministério do Planeamento e das Infraestruturas anunciou ainda o alargamento do horário e de descontos especiais a veículos pesados de mercadorias nas referidas autoestradas: o regime em vigor desde 2012 de descontos adicionais de 10% no período diurno e 25% em período noturno e fim de semana para os pesados de mercadorias passa para 15% e 30%, respetivamente, e é alargado à autoestrada A4 e Túnel do Marão.

O período noturno também é alargado, em mais duas horas, tendo sido fixado entre as 20:00 e as 7:59 (sensivelmente 12 horas), quando até aqui a sua duração estava fixada entre as 21:00 e as 7:00.

Os descontos de 15% anunciados pelo Governo mereceram a crítica de várias comissões de utentes daquelas vias, que os consideraram insuficientes e reclamaram o fim das portagens.

Já empresários de Viana do Castelo consideraram "inconcebível" que a A28, que liga aquela cidade ao Porto, não tivesse sido incluída na lista das autoestradas com descontos.

O setor do turismo lamentou não ter sido ouvido pelo Governo sobre as reduções de portagens.


Com Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.