sicnot

Perfil

Economia

Há cada vez menos casas para alugar nas grandes cidades

Há cada vez menos casas para alugar nas grandes cidades

Há cada vez menos casas para arrendar nas principais cidades do país. Segundo o Jornal de Negócios, em Lisboa a quebra na oferta é de 75%. O problema já não são só as rendas mais elevadas, mas também a dificuldade em encontrar imóveis disponíveis.

Eencontrar uma casa dentro das principais cidades é, hoje em dia.. praticamente impossível. Segundo dados de empresas que arrendam casas, divulgados pelo jornal de Negócios, há agora menos 70% de imóveis disponíveis do que há apenas três anos.

O problema é maior em Lisboa e no Porto. Os preços dispararam nos últimos anos, mas agora mesmo que tem dinheiro para pagar não encontra casas nas duas cidades. E quanto mais para o centro, menos estão disponíveis.

Em Lisboa, praticamente não há casas na Estrela, nos Olivais, em Alcântara ou em Belém. Santa Clara é a freguesia que teve a quebra mais pequena e, mesmo assim, só tem metade da oferta de 2013.

No Porto, o Bonfim é o bairro que tem menos casas para arrendar. mas o problema estende-se a toda a cidade. Segundo o jornal, há agora menos imóveis para arrendar porque ficou mais fácil vendê-las com os bancos a facilitarem o acesso aos créditos. E as que ficam disponíveis, ou são arrendadas por curto prazo aos milhares de turistas que vão chegando ou têm rendas que podem chegar ao dobro do que era pedido nos últimos anos.

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • Pyongyang compara Trump a Hitler

    Mundo

    A Coreia do Norte compara o Presidente norte-americano Donald Trump a Adolf Hitler. Pyongyang já acostumou o mundo à sua linguagem "colorida" quando critica os seus inimigos. Mas comparações com o responsável por mais de 60 milhões de mortes são muito raras.

  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.