sicnot

Perfil

Economia

OPEP prevê subida de preço do petróleo

© Thomas Peter / Reuters

​A Organização de Países Exportadores de Petróleo (OPEP) está a prever o aumento dos preços este ano e anunciou uma reunião informal dos seus membros no XV Fórum Internacional da Energia, agendado para entre 26 e 28 de setembro.

"Antecipa-se uma maior procura do petróleo no terceiro e quarto trimestres", afirmou o ministro da Energia e da Indústria do Catar, atual líder da OPEP, Mohammad Bin Saleh Al Sada, em comunicado, acrescentando que "o mercado do ouro negro está em vias de se reequilibrar".

Os preços do crude têm registado uma melhoria sustentada desde fevereiro deste ano, alimentada por "uma quebra da produção, cortes nos fornecimentos e redução das reservas armazenadas, enquanto a procura global melhorou nesse período", segundo o presidente da OPEP.

"Al Sada declarou que a recente descida dos preços do petróleo e a volatilidade do mercado são só temporárias", ainda segundo a nota.

A OPEP garantiu ainda que continua a monitorizar os desenvolvimentos e mantém contactos com todos os estados-membros sobre formas de ajudar a reestabelecer a estabilidade e ordem no mercado petrolífero.

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.