sicnot

Perfil

Economia

Militares controlaram venda em sucursal de rede de supermercados de portugueses na Venezuela

A Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militar), tomou na quarta-feira o controlo da venda de produtos básicos na sucursal de Carrizal, da rede de supermercados Central Madeirense, propriedade de portugueses radicados na Venezuela, denunciaram vários clientes do estabelecimento.

"Somos uma comunidade organizada que já tínhamos estabelecido as filas (para comprar), formadas por habitantes do setor, pessoas da terceira idade e visitantes. Os funcionários da GNB chegaram e de maneira grosseira pediram-nos que nos retirássemos", disse aos jornalistas o representante do Conselho Comunal Colinas de Carrizal (sul de Caracas).

Daniel Flores explicou que os militares insistiram que eles se encarregavam do processo, e que, de maneira arbitrária, eliminaram as filas de seis horas e "tomaram o controlo" da venda da Central Madeirense.

Vários clientes do supermercado queixaram-se que quando os militares organizam as filas, predominam "interesses particulares" que recebem "bilhetes de identidade e dinheiro" de revendedores ilegais para lhes permitirem que passem a comprar alimentos que estão escassos no mercado venezuelano.

"Muitos moradores (estão) muito tempo sem poderem comprar nesse estabelecimento, porque existe uma enorme corrupção dos uniformizados, por isso pedimos às autoridades locais que permitam que o Conselho Comunal fiscalize as filas para que (...) todos possamos adquirir os produtos, equitativamente", disse Daniel Flores.

Em resposta à ação da GNB, os clientes iniciaram um protesto que impediu temporariamente a circulação de viaturas nas proximidades do supermercado.

Na Venezuela são frequentes as filas de pessoas junto a supermercados à espera para comprar produtos básicos que escasseiam no mercado local e que muitas vezes são vendidos sem chegarem a ser colocados nas prateleiras.

Apesar de estarem proibidas, as filas começam desde a madrugada e são supervisionadas por representantes dos conselhos comunais, algumas vezes por militantes do Partido Socialista Unido da Venezuela, enquanto a GNB cuida da segurança dos cidadãos e da mercadoria.

Lusa

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • "O dia a dia na Síria também é lutar por um pão"
    10:13

    Mundo

    Desde domingo que os bombardeamentos do regime sírio a Ghouta já fizeram mais de 400 mortos. Ghouta é o último reduto rebelde nos arredores da capital da síria, onde as forças fiéis a Bashar Al Assad iniciaram no domingo uma intervenção militar de larga escala. Cândida Pinto, editora de Internacional da SIC, e a psicóloga Maria Palha, que já esteve na Síria ao serviço dos Médicos Sem Fronteiras, estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Proposta de um cessar-fogo na Síria sem acordo

    Mundo

    O embaixador da Rússia junto das Nações Unidas afirmou esta quinta-feira que os 15 membros do Conselho de Segurança não alcançaram um acordo para aprovar um cessar-fogo de 30 dias na Síria, proposta negociada há mais de duas semanas.