sicnot

Perfil

Economia

Desemprego mantém-se estável em julho na OCDE, zona euro e Portugal

A taxa de desemprego manteve-se estável nos em 6,3% na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico) em julho, em 10,1% na zona euro e em 11,1% em Portugal, foi esta segunda-feira anunciado.

Segundo dados publicados hoje pela OCDE, a taxa de desemprego de 6,3% em julho nos 34 países da OCDE, nível que se mantém desde maio, é inferior em 1,8 pontos percentuais do valor máximo registado em janeiro de 2013.

Em termos absolutos no conjunto dos 34 países em julho existiam 39,1 milhões de desempregados, menos 9,9 milhões do que em janeiro de 2013, mas ainda mais 6,4 milhões do que em abril de 2008, antes do início da crise do mercado laboral.

Na zona euro a taxa de desemprego manteve-se estável pelo quarto mês consecutivo em julho, tendo Espanha e Itália liderado as quedas.

Em Espanha e Itália, em julho, as taxas de desemprego caíram, respetivamente, 0,3 pontos percentuais para 19,6% e 0,2 pontos percentuais para 11,4%.

Em contraste, a taxa de desemprego subiu em França em julho, designadamente 0,2 pontos para 10,3%.

Fora da Europa, a organização refere ainda que a taxa de desemprego em julho desceu no 0,1 pontos no Japão para 3% e no México para 3,8%, manteve-se estável nos Estados Unidos em 4,9% e aumentou 0,1 pontos no Canadá para 6,9%.

A OCDE refere ainda que dados mais recentes mostram que a taxa de desemprego em agosto se manteve de novo estável nos Estados Unidos (em 4,9%) e continuou a subir no Canadá (mais 0,1 pontos para 7%).

Em termos absolutos, os países com mais desempregados foram em julho os Estados Unidos, com 7,7 milhões, seguido de Espanha (4,46 milhões), França (3,06 milhões), Itália (2,94 milhões), México (2,06 milhões), Japão (2,01 milhões) e Alemanha (1,82 milhões).

Lusa

  • Kikas faz história
    1:22
  • Madonna está outra vez em Lisboa 😲
    0:59
  • Hindus pedem a troca de nome da cerveja brasileira Brahma

    Mundo

    Um grupo de hindus pediu a mudança da marca de cerveja Brahma, propriedade da multinacional cervejeira Anheuser-Busch InBev, com sede em Lovaina, na Bélgica, argumentando que é inapropriado uma bebida alcoólica ter o nome que um deus hindu.

  • Manuais oferecidos aos alunos do 1.º ano não podem ser reutilizados
    2:42

    País

    As escolas querem que sejam devolvidos aos alunos os manuais do 1.ºo ano que foram dados gratuitamente pelo Estado para serem reutilizados nos próximos anos. A Associação de Diretores de Agrupamentos diz que os livros estão praticamente todos em bom estado, mas da forma como são feitos pelas editoras é impossível voltar a usá-los. As escolas querem que o Executivo chegue a um entendimento com as editoras para conceber manuais reutilizáveis.

  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.