sicnot

Perfil

Economia

Novo imposto sobre imóveis "estava inscrito no programa do Governo"

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais esclareceu esta quinta-feira que a criação de um novo imposto sobre o património imobiliário, que deverá abranger apenas os imóveis de valor mais elevado, "estava inscrito no programa do Governo".

O PS e o Bloco de Esquerda (BE) chegaram a acordo para a criação de um novo imposto sobre o património imobiliário que deverá abranger apenas os imóveis de valor mais elevado, noticiou hoje a imprensa.

O acordo foi alcançado no âmbito do grupo de trabalho sobre fiscalidade que reúne socialistas e bloquistas e deverá ser inscrito na proposta de Orçamento do Estado para 2017.

"Este imposto de que estamos a falar estava inscrito no programa do Governo, como sabemos, e eu apenas, neste momento, posso confirmar que o modelo de imposto (...) está efetivamente a ser estudado pelo Governo com a intenção de o incluir na proposta do Orçamento", disse hoje aos jornalistas o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade.

O governante falava em Vilar Formoso, no concelho de Almeida, distrito da Guarda, à margem do lançamento do período experimental de aplicação do regime de gasóleo profissional.

"Agora, naturalmente, os impostos são mecanismos complexos que devem ser discutidos no seu todo e perante todos os seus elementos. E, portanto, neste momento, vão permitir que eu reserve a análise e os comentários relativamente a essa proposta de imposto para o momento em que essa proposta de imposto for efetivamente apresentada", rematou o secretário de Estado.

A criação de um novo imposto sobre o património, progressivo, foi noticiada hoje por vários órgãos de comunicação social, como o Jornal de Negócios, o Correio da Manhã, a Rádio Renascença e a TSF.

O imposto vai incidir sobre o património global, ou seja, a soma do valor dos imóveis de cada proprietário, segundo disse uma fonte presente na negociação à Renascença, e deixará de fora os imóveis das famílias da classe média e os prédios industriais.

O novo imposto não tem ainda nome e irá vigorar em paralelo com o IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis), noticia ainda o Jornal de Negócios.

Lusa

  • CDS acusa BE de ser a lavandaria do Governo
    1:53

    Economia

    Devido ao novo imposto sobre os imóveis, o PSD e o CDS partiram para o ataque. No primeiro debate parlamentar depois das férias, o CDS acusou o Bloco de Esquerda de ser uma lavandaria do Governo e o PCP de funcionar como um offshore político.

  • Novo imposto sobre imóveis causa mal-estar no PCP e no PS
    2:47

    Economia

    Esta quinta-feira, foi anunciado um novo imposto para as casas mais valiosas. A taxa ainda está a ser preparada, mas poderá abranger as pessoas que têm um ou vários imóveis com valor superior a 500 mil euros. A novidade foi revelada pelo Bloco de Esquerda e não teve até agora confirmação do Governo. A notícia causou mal-estar no PCP e até apanhou de surpresa o PS que, ao que a SIC apurou, ainda não se tinha comprometido com os detalhes da nova taxa.

  • GNR só teve acesso às imagens das agressões em Alcochete 12 horas depois
    1:42

    Crise no Sporting

    A GNR não pôde visionar as imagens de videovigilância da Academia de Alcochete logo que chegou ao local. O sistema estava inoperacional, o que fez com que as imagens só fossem entregues quase 12 horas depois do ataque à equipa do Sporting. Entre as provas recolhidas, estão também impressões digitais e vestígios de sangue encontrados na zona do balneário.

  • Juiz considera que agressões em Alcochete foram "ato terrorista"
    1:59

    Crise no Sporting

    O juiz que decretou a prisão preventiva dos 23 detidos pelo ataque à Academia do Sporting considera que se tratou de um ato terrorista. Diz mesmo que os agressores tiveram um comportamento chocante e que perverte o espírito desportivo. Sete dos 23 detidos já foram condenados por outros crimes, mas não chegaram a pena de prisão.

  • Gonçalo Guedes: o menino franzino que jogava mais que os outros em Benavente
    8:47
  • A promessa que João Mário vai ter de cumprir se Portugal for campeão
    1:36
  • Aprovadas mudanças no acesso ao ensino superior

    País

    O Governo aprovou esta quinta-feira o decreto-lei que estabelece o currículo dos ensinos básico e secundário, bem como os princípios orientadores da avaliação, voltando a nota de Educação Física a contar para a média de acesso ao ensino superior. No caso dos alunos do ensino profissional, são eliminados requisitos considerados discriminatórios no acesso ao ensino superior.

  • Universidade de Coimbra não retira Honoris Causa a Lula
    3:30
  • Estudo acaba com teorias da conspiração sobre a morte de Hitler

    Mundo

    Existem algumas versões sobre o desaparecimento do ditador nazi, Adolf Hitler. Há quem diga que viajou para um país da América do Sul, outros acreditam que está escondido na Antártida e há até quem vá mais longe e acredita que estaria na Lua. Mas, teorias da conspiração à parte, a história oficial diz que Hitler suicidou-se num bunker, em Berlim, Alemanha.

    SIC