sicnot

Perfil

Economia

Centeno diz que é "imperativo" repor rendimentos das famílias

O ministro das Finanças considerou este sábado uma "deturpação" a tese de que a reposição dos rendimentos das famílias se destine ao consumo, contrapondo que essa política é um "imperativo" como fator de sustentabilidade de recuperação económica.

Mário Centeno falava no último painel de debate da 'reentrée'" política do PS, que decorre em Coimbra, antes da intervenção de encerramento pelo líder socialista, António Costa, num discurso ideológico (quase sem apresentação de números), dedicado à questão da igualdade.

O ministro das Finanças frisou que o próximo Orçamento do Estado "continuará a dar prioridade à melhoria dos rendimentos das famílias e das empresas".

"É um imperativo continuar o processo de recuperação dos rendimentos das famílias. Não é para consumir. Essa é uma visão enviesada e deturpada", declarou.

Mário Centeno criticou depois a conceção de "dividir para reinar" que disse ter estado associada ao anterior executivo, colocando em confronto "o setor privado contra o público, os trabalhadores ativos contra os pensionistas, os agentes do setor exportador contra os empresários vocacionados para o mercado interno".

"Esta forma de governar não tem nunca sucesso, porque não cria união. O desenvolvimento de uma sociedade tem de ser inclusivo", advogou.

A melhoria dos rendimentos das famílias, através de uma política financeira nesse sentido, segundo Mário Centeno, é fator central para combater as desigualdades, que constituem "o mais entrave ao crescimento económico".

"E não é possível dissociar as desigualdades dos níveis de educação. Em relação aos atuais trabalhadores, 75 por cento têm pais com escolaridade até ao 9º ano e, destes, apenas cerca de 40 por cento vai além da escolaridade dos pais. Temos por isso de proteger a escola pública como fator de igualdade", sustentou.

Ainda de acordo com Mário Centeno, especialmente no caso de Portugal, em famílias com problemas económicos, "é muito menor a probabilidade de os jovens continuarem na escola".

"Os mais recentes dados sobre um aumento do acesso ao Ensino Superior são uma excelente notícia", declarou o titular da pasta das Finanças no seu discurso, que durou dez minutos.

Lusa

  • Morreu o vocalista da banda Linkin Park

    Cultura

    Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos. Chester Bennington ter-se-á suicidado, de acordo com a plataforma TMZ. O músico juntou-se aos Linkin Park em 1999, três anos após a formação da banda, que editou o seu álbum de estreia, "Hybrid Theory", em 2000. O disco, do qual fazem parte temas como "In the End", "Crawling" e "One Step Closer", vendeu dez milhões de cópias só nos Estados Unidos.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.