sicnot

Perfil

Economia

Poupança das famílias inverte queda verificada desde 2015

(Arquivo)

Thanassis Stavrakis / AP

A taxa de poupança das famílias aumentou ligeiramente para 3,9% do rendimento disponível no ano acabado no segundo trimestre de 2016, invertendo a queda que se verificava desde meados de 2015, divulgou hoje o INE.

Segundo as Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional referentes ao segundo trimestre deste ano, divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de poupança subiu ligeiramente no ano terminado no segundo trimestre, representando 3,9% do rendimento disponível, quando nos 12 meses terminados em março era de 3,8%.

Esta é a primeira vez que a taxa de poupança das famílias sobe desde o primeiro trimestre de 2015, quando aumentou para 5,3% do rendimento disponível.

Assim, desde o segundo trimestre de 2015 que a taxa de poupança vinha a descer consecutivamente, acabando por atingir 3,8% do rendimento disponível no ano terminado no primeiro trimestre de 2016, o valor mais baixo desde 1999, o primeiro ano para o qual o INE tem registo.

O INE afirma que esta subida ligeira da taxa de poupança das famílias, face aos 12 meses terminados no trimestre anterior, "refletiu um crescimento ligeiramente mais elevado do rendimento disponível comparativamente com o da despesa de consumo final (0,7% e 0,6%, respetivamente)".

O rendimento disponível das famílias "resultou principalmente" do aumento de 0,8% das remunerações recebidas, devido ao aumento de 0,9% das remunerações pagas pelas empresas e à diminuição dos impostos pagos sobre o rendimento e do património, efeito que foi "parcialmente compensado" pelo aumento das contribuições sociais das famílias.

Também a capacidade de financiamento das famílias atingiu 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano acabado no segundo trimestre de 2016 (0,7% no trimestre anterior), resultado para o qual "contribuiu principalmente o aumento da poupança corrente e a diminuição do investimento", justifica o INE.

Por sua vez, a capacidade de financiamento das empresas manteve-se em 0,2% do PIB no ano terminado no segundo trimestre de 2016 (uma taxa semelhante à registada no trimestre anterior).

Já a capacidade de financiamento da economia fixou-se em 0,9% do PIB no segundo trimestre do ano, representando uma ligeira subida de 0,1 pontos percentuais face ao período anterior.

Lusa

  • Miró em Serralves até 28 de janeiro
  • Os Lá de Dentro
  • Furacão Matthew ameaça Colômbia, Cuba e Jamaica

    Mundo

    O furacão "Matthew" evoluiu esta sexta-feira para a categoria 4, ao avançar pela zona central das Caraíbas, ameaçando a Colômbia, Cuba e Jamaica, informou o centro nacional de furacões (NHC) dos Estados Unidos.

  • Caixas negras do comboio de Nova Jérsia recuperadas dos destroços

    Mundo

    As caixas negras do comboio que provocou um acidente em Nova Jérsia, esta quinta-feira, foram recuperadas dos destroços. A análise deste sistema e das imagens das câmaras de vigilância será decisiva para confirmar, ou não, as hipóteses de falha técnica, excesso de velocidade ou terrorismo.

  • O "contrabandista de brinquedos" que leva sorrisos às crianças sírias

    Mundo

    Nos últimos quatro anos, um sírio-finlandês tem-se dedicado a levar sorrisos às crianças sírias. Este "herói" já cruzou a fronteira entre a Turquia e Síria 28 vezes, todas a pé, com 70 quilos de brinquedos. O percurso demora cerca de 16 horas. Aos 44 anos, Rami Adham é conhecido como o "contrabandista de brinquedos". Garante que o faz para ver as crianças sorrir.

  • Doze pessoas ficam presas num carrossel nos EUA

    Mundo

    Doze pessoas ficaram presas durante duas horas depois de um carrossel ter avariado numa feira em Massachussets, nos Estados Unidos. O incidente aconteceu esta quinta-feira e, segundo as autoridades locais, não houve registo de feridos. Os bombeiros resgataram todas as pessoas (a maioria crianças) com recurso a uma escada.

  • Chita volta a dar à luz seis crias

    Mundo

    Seis crias de chita nasceram esta sexta-feira no Jardim Zoológico de Burgers, na Holanda. Há cerca de dois anos a mãe dos bebés também tinha dado à luz seis crias. O curioso do acontecimento é o número elevado de crias a nascer ao mesmo tempo, uma vez que uma chita fêmea gera em média entre dois a quatro bebés.