sicnot

Perfil

Economia

Poupança das famílias inverte queda verificada desde 2015

(Arquivo)

Thanassis Stavrakis / AP

A taxa de poupança das famílias aumentou ligeiramente para 3,9% do rendimento disponível no ano acabado no segundo trimestre de 2016, invertendo a queda que se verificava desde meados de 2015, divulgou hoje o INE.

Segundo as Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional referentes ao segundo trimestre deste ano, divulgadas hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a taxa de poupança subiu ligeiramente no ano terminado no segundo trimestre, representando 3,9% do rendimento disponível, quando nos 12 meses terminados em março era de 3,8%.

Esta é a primeira vez que a taxa de poupança das famílias sobe desde o primeiro trimestre de 2015, quando aumentou para 5,3% do rendimento disponível.

Assim, desde o segundo trimestre de 2015 que a taxa de poupança vinha a descer consecutivamente, acabando por atingir 3,8% do rendimento disponível no ano terminado no primeiro trimestre de 2016, o valor mais baixo desde 1999, o primeiro ano para o qual o INE tem registo.

O INE afirma que esta subida ligeira da taxa de poupança das famílias, face aos 12 meses terminados no trimestre anterior, "refletiu um crescimento ligeiramente mais elevado do rendimento disponível comparativamente com o da despesa de consumo final (0,7% e 0,6%, respetivamente)".

O rendimento disponível das famílias "resultou principalmente" do aumento de 0,8% das remunerações recebidas, devido ao aumento de 0,9% das remunerações pagas pelas empresas e à diminuição dos impostos pagos sobre o rendimento e do património, efeito que foi "parcialmente compensado" pelo aumento das contribuições sociais das famílias.

Também a capacidade de financiamento das famílias atingiu 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano acabado no segundo trimestre de 2016 (0,7% no trimestre anterior), resultado para o qual "contribuiu principalmente o aumento da poupança corrente e a diminuição do investimento", justifica o INE.

Por sua vez, a capacidade de financiamento das empresas manteve-se em 0,2% do PIB no ano terminado no segundo trimestre de 2016 (uma taxa semelhante à registada no trimestre anterior).

Já a capacidade de financiamento da economia fixou-se em 0,9% do PIB no segundo trimestre do ano, representando uma ligeira subida de 0,1 pontos percentuais face ao período anterior.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.