sicnot

Perfil

Economia

Segundo maior banco alemão confirma despedimento de 9.600 trabalhadores

O Commerzbank, segundo maior banco da Alemanha e parcialmente nacionalizado, informou esta quinta-feira que quer cortar 9.600 postos de trabalho a tempo completo e criar outros 2.300 em áreas de crescimento.

Este ano, a instituição não vai distribuir dividendos porque o plano de reestruturação vai custar 1.100 milhões de euros, adiantou o Commerzbank.

Vários meios de comunicação alemães tinham informado esta semana que estas medidas faziam parte da nova estratégia do Commerzbank.

A junta diretiva do Commerzbank apresentou os objetivos estratégicos e financeiros até 2020 ao Conselho de Supervisão para serem analisados.

Contudo, ainda não foi tomada qualquer decisão em relação à adoção destes objetivos e deverão iniciar-se negociações com os representantes dos trabalhadores.

O Commerzbank quer no final de 2020 ter aumentado de forma sustentada a rentabilidade, com a concentração nas suas atividades principais e a digitalização de 80% dos processos relevantes.

Lusa

  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23
  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • Pedrógão Grande, seis meses depois - documentário Expresso
    0:29
  • Ilhas Selvagens são um tesouro no Atlântico que é preciso preservar
    2:33
  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01