sicnot

Perfil

Economia

DBRS preocupada com fraco crescimento e subida dos juros da dívida de Portugal

Um responsável da agência de rating DBRS mostrou-se preocupado com o aumento dos juros da dívida soberana e com o fraco crescimento de Portugal, apesar de considerar que a situação política é "bastante" estável.

Numa entrevista em Londres à agência Bloomberg, o economista-chefe e corresponsável dos ratings soberanos da DBRS, Fergus McCormick, afirma que, apesar de politicamente Portugal parecer estar "bastante" estável, "infelizmente os juros da dívida soberana aumentaram e, portanto, também os custos de financiamento", e o crescimento na primeira metade do ano foi "metade do estimado".

Assim, "há dois pontos negativos e um positivo", explicou Fergus McCormick.

A DBRS vai rever a notação de 'rating' que atribui a Portugal, atualmente 'BBB' (baixa), em 21 de outubro, depois de a ter mantido na última revisão, abril último.

A avaliação do crédito da DBRS é fundamental para que Portugal possa participar no programa de compras de títulos de dívida pública do Banco Central Europeu.

Segundo o World Bond Indexes da Bloomberg, a dívida soberana de Portugal registou este ano o pior desempenho entre as das economias desenvolvidas devido às dúvidas sobre a sustentabilidade da dívida, o débil crescimento económico e problemas não resolvidos com a banca.

A Bloomberg adianta que os juros da dívida soberana de Portugal a dez anos subiram 0,32 pontos percentuais para cerca de 3,36% em setembro, ou seja, o maior acréscimo mensal desde janeiro.

Lusa

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • "No meu bairro perguntam-me se a medalha é de ouro e dizem que ma vão roubar e vender"
    4:46
  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05