sicnot

Perfil

Economia

Pixel, o novo smartphone da Google

© Beck Diefenbach / Reuters

Foi oficialmente apresentado o Pixel, o novo smartphone da Google. O aparelho é o primeiro telemóvel a contar com a integração total da Google Assistant. A principal aposta passa pelo software. Pode ser adquirido a partir de 577 euros.

O smartphone vai chegar em duas versões: uma de 5 polegadas e outra de 5.5 e estará disponível em três cores: Preto (Quite Black), azul (Really Blue) e branco (Very Silver).

A bateria (2.750mAh ou 3.450mAh) promete surpreender através do modo de carregamento rápido: com apenas 15 minutos, o Pixel consegue obter sete horas de autonomia.

As atualizações do sistema passam a ser feitas diretamente pela Google. Trata-se de um avanço para os utlizadores de Android, pois geralmente estes nunca sabem quando é que a última versão do OS está disponível, estando dependentes dos fabricantes dos aparelhos ou das operadoras.

O Pixel estará disponível a partir de 20 de outubro, nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha e Austrália. Para já ainda não há data de lançamento em Portugal.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.