sicnot

Perfil

Economia

Vueling cancela rotas de Bruxelas para Lisboa e Porto

A transportadora aérea espanhola Vueling decidiu encerrar a base que tinha em Bruxelas (Bélgica) e cancelar as rotas que uniam a capital belga a Lisboa e ao Porto, explicaram à agência Efe fontes da empresa com sede em Barcelona (Espanha).

A companhia pretende com esta decisão concentrar-se nos seus mercados estratégicos, que são Espanha Itália e França, e crescer de maneira "sólida" nos países em que é mais forte, acrescentaram as mesmas fontes.

Há alguns dias também foi revelado que a Vueling tinha decidido encerrar as suas bases de Palermo e Catania, em Itália, e reorganizar a sua operação neste país, concentrando-se nos aeroportos onde tem mais presença, como Roma e Florença.

As fontes da empresa disseram à Efe que não está previsto o encerramento de mais nenhuma base de operações.

A Vueling anunciou esta tarde, em comunicado de imprensa, uma remodelação da sua administração e um novo plano de desenvolvimento, com o objetivo de recuperar a confiança dos clientes.

O presidente da empresa, Javier Sánchez-Prieto, já tinha destituído em 22 de setembro último o diretor de estratégia e alianças, Fernando Estrada, depois do caos nas operações verificado em princípios de julho, e agora nomeou uma equipa para enfrentar a nova etapa da empresa.

Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.