sicnot

Perfil

Economia

Governo confirma aumento das pensões

Governo confirma aumento das pensões

O Governo confirma que vai mesmo aumentar as pensões acima do valor da inflação, os pensionistas vão assim ter um aumento real nos seus rendimentos. Mas o valor da subida ainda não está fechado, pois ainda decorrem as negociações com o Bloco de Esquerda e o PCP.

  • Pedro Nuno Santos garante que aumento das pensões mínimas é uma pretensão do Governo
    1:02

    Economia

    O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares garante que o aumento das pensões mínimas é uma pretensão do Governo mas ainda não há uma decisão final. Em entrevista à Antena 1 e ao jornal Negócios, Pedro Nuno Santos diz que o Governo e a Esquerda estão a trabalhar em conjunto e afirma ter a convicção que vai ser possível chegar a acordo com PCP, Bloco de Esquerda e Os Verdes para os próximos 3 anos.

  • Retroativos das pensões recalculadas vão ser pagos até dezembro
    0:57

    Economia

    O Governo promete pagar os retroativos das pensões recalculadas até ao fim do ano. Uma fonte do Ministério do Trabalho disse à agência Lusa que até dezembro serão atualizados os valores, e pagos os acertos a quem começou a receber pensão da segurança social ou da caixa geral de aposentações.

  • "A posição do Bloco não mudou"
    2:48

    País

    Catarina Martins diz que não é por causa da devolução de rendimentos que a economia portuguesa não está melhor. A líder do Bloco de Esquerda insiste no aumento das pensões e salários no orçamento do próximo ano. Na entrevista ao Jornal da Noite da SIC, revelou que as negociações com o Governo seguem e que não têm sido fáceis.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras