sicnot

Perfil

Economia

Correia de Campos eleito para a presidência do CES

O antigo ministro socialista Correia de Campos foi hoje eleito para o cargo de presidente do Conselho Económico Social (CES), com 146 votos favoráveis entre os 219 deputados votantes, quando precisava de dois terços de aprovações.

Correia de Campos, que falhou uma primeira eleição para o cargo a 20 de julho, conseguiu agora assegurar o número mínimo de votos necessários. Se tivesse obtido 145 votos, ou seja, menos um, teria voltado a não ser eleito.

Segundo fonte parlamentar, na votação para o cargo de presidente do CES, que decorreu durante a manhã na Assembleia da República, registaram-se ainda 54 votos brancos e 19 nulos.

Esta manhã decorreram ainda eleições para o Conselho de Opinião da Rádio e Televisão de Portugal, tendo sido eleitos Pedro Lomba, Ribeiro Cristovão, Jose Luís Mendonça, Vítor Hugo Pinho, Estrela Serrano, José Manuel Guinote, Maria Emília Brederote dos Santos, Diogo Belford, Fernando Correia e Diana Andringa.

Para o Conselho de Opinião da Rádio e Televisão de Portugal votaram 219 deputados, tendo sido registados 193 votos favoráveis, 19 brancos e 7 nulos.

Para a Comissão de Acesso aos Documentos Administrativos foram eleitos Carlos Abreu Amorim e Pedro Delgados Alves, que obtiveram 157 votos favoráveis. Entre os 219 votantes, registaram-se ainda 55 votos brancos e 7 nulos.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".