sicnot

Perfil

Economia

Receitas turísticas sobem 10,3% até outubro e totalizam 11 mil milhões de euros

© Rafael Marchante / Reuters

As receitas turísticas em Portugal aumentaram 10,3% até outubro em termos homólogos, para os 11 mil milhões de euros, de acordo com dados esta quarta-feira divulgados pelo Banco de Portugal e citados pelo gabinete da Secretaria de Estado do Turismo.

Em dez meses, destaca em comunicado, as receitas turísticas já ultrapassaram em cerca de mil milhões de euros o resultado obtido no mesmo período de 2015.

Só em outubro, refere, as receitas turísticas em Portugal cresceram 16,8%, atingindo os 1,3 mil milhões de euros.

De acordo com a tutela, os dados hoje divulgados confirmam ainda que os turistas estrangeiros estão a gastar cada vez mais em Portugal.

"Nos dez primeiros meses de 2016 os turistas deixaram diariamente em Portugal 36 milhões de euros, o que representa mais quatro milhões de euros dos gastos diários de igual período do ano passado", refere.

Os dados divulgados pelo Banco de Portugal mostram ainda o alargamento da atividade turística ao longo de todo o ano, com outubro, tradicionalmente um mês de menor atividade, a ser o quarto melhor mês de 2016, acrescenta.

Até outubro, e agora de acordo com dados já divulgados pelo INE -- Instituto Nacional de Estatística, as dormidas e proveitos turísticos superaram os resultados totais alcançados de 2015.

"Portugal já teve este ano mais quatro milhões de dormidas do que em 2015 e 50% deste crescimento verificou-se fora dos meses da época alta", destaca o gabinete de Ana Mendes Godinho.

Os crescimentos da atividade turística sentem-se em todo o país, com destaque para os Açores (30%), Madeira (20%), Alentejo (17%), Norte e Centro (13%).

Números que para a Secretária de Estado do Turismo "resultam da forte aposta realizada na captação de novas rotas aéreas e operações turísticas ao longo do ano e no aumento atratividade do destino Portugal".

"Só este ano, Portugal captou 64 novas operações aéreas, aumentando a oferta em 750 mil lugares, em particular fora da época alta. Ao mesmo tempo, apostámos em aumentar a atratividade do destino Portugal, diversificando produtos e dinamizando a oferta turística ao longo de todo o ano, nomeadamente através da captação de eventos", refere a responsável citada na nota.

Para Ana Mendes Godinho, estas são apostas a manter em 2017, a par de um aumento da qualificação e valorização das pessoas que trabalham no turismo, da inovação e de uma promoção cada vez mais focada nos mercados internacionais.

"Garantir que comunicamos diretamente para cada um dos mercados está a permitir conquistar novos públicos, como são exemplo os EUA e a Polónia, onde crescemos 20% desde o início do ano, ou a Holanda, onde estamos a crescer perto de 13%. Estes números são o resultado do forte empenho e dedicação de todos os que trabalham no turismo", destaca.

Além de estar a conquistar novos mercados, Portugal está ainda a conseguir registar crescimentos expressivos nos seus mercados tradicionais, como França (17,9%), Reino Unido (9,5%) e Espanha (9,2%), acrescenta.

Lusa

  • Turismo de inverno cresce no Algarve
    1:36

    Economia

    Não foi só no verão, também no Inverno os hotéis algarvios têm mais turistas.São, na maioria, reformados a aproveitar dias calmos e o aumento das ligações aéreas. Até muitos dos programas de passagem de ano estão já por esta altura esgotados.

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.