sicnot

Perfil

Economia

Administração de Domingues fica na CGD até à entrada de Paulo Macedo

A equipa de gestão da Caixa Geral de Depósitos (CGD) liderada por António Domingues vai permanecer em funções até que a futura administração, comandada por Paulo Macedo, receba a 'luz verde' do Banco Central Europeu (BCE).

Contactada esta sexta-feira pela Lusa, fonte oficial das Finanças confirmou que a transição será assegurada pela atual equipa.

A lista completa com os futuros administradores da CGD ainda não é conhecida, mas já foi encaminhada pelo Governo para o BCE, que tem que dar o seu aval aos nomes propostos, algo que ainda não aconteceu.

Quando Frankfurt aprovar os novos membros do Conselho de Administração da CGD, que vai ter Rui Vilar como 'chairman' e Paulo Macedo como presidente executivo, estarão criadas as condições para que os mesmos assumam os cargos.

António Domingues apresentou em novembro a sua renúncia à liderança da CGD, pelo que deveria sair do banco público no final deste ano, mas acedeu ao apelo das Finanças e vai assegurar este período de transição, que deverá ser relativamente curto.

Lusa

  • "Estamos a investir na nossa própria desgraça"
    0:37
  • Saída dos EUA do acordo de Paris é "uma vergonha"

    Mundo

    O ex-secretário de Estado norte-americano John Kerry considerou esta terça-feira "uma vergonha" a decisão do Presidente Donald Trump de retirar os Estados Unidos do acordo do clima de Paris, garantindo que o povo não acompanha esse gesto de "autodestruição".

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43