sicnot

Perfil

Economia

Portugal coloca 1.750 M€ de dívida a 6 e 12 meses a juros negativos e mais baixos

A dívida dos municípios, em 2014, totalizou 6234 milhões de euros, com uma redução de 488,5 milhões de euros, traduzindo-se na "menor dívida dos últimos oito anos", relacionada principalmente com fornecedores, explicou o presidente do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA).

SIC

Portugal colocou esta quarta-feira 1.750 milhões de euros, montante acima do máximo anunciado, em Bilhetes do Tesouro a seis e 12 meses a taxas de juro negativas e inferiores às dos anteriores leilões comparáveis, foi anunciado.

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na Bloomberg, a 12 meses foram colocados 1.400 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) à taxa de juro de -0,047%, de novo negativa e inferior à registada em 16 de novembro de 2015, quando foram colocados 1.250 milhões de euros a uma taxa positiva de 0,005%.

A taxa de juro dos BT a 12 meses já tinha sido negativa, designadamente em 21 de setembro de 2015, quando foram colocados 1.750 milhões de euros a -0,014%.

A seis meses, foram colocados 350 milhões de euros em BT à taxa de -0,091%, mais negativa do que a verificada também em 16 de novembro, quando foram colocados 250 milhões de euros a um juro de -0,027%.

A procura atingiu 2.167 milhões de euros para os BT a 12 meses, 1,55 vezes superior ao montante colocado, e 1.235 milhões de euros para os BT a seis meses, 3,53 vezes o montante colocado.

O IGCP tinha anunciado para esta quarta-feira dois leilões de BT a seis e 12 meses entre 1.250 milhões de euros e o montante máximo de 1.500 milhões de euros com maturidades em 21 de julho de 2017 e em 19 de janeiro de 2019, respetivamente.

No programa de financiamento do Estado para 2017, a agência que gere a dívida pública portuguesa afirma que espera que o financiamento líquido resultante da emissão de BT tenha "um impacto nulo" e adianta que "será mantida a estratégia de emissão ao longo de toda a curva, combinando prazos curtos com prazos longos".

Ao longo de 2017, o IGCP pretende também emitir entre 14 a 16 mil milhões de euros em Obrigações do Tesouro, através de emissões mensais.

Em termos líquidos, a República portuguesa precisa de um financiamento de 12,5 mil milhões de euros para este ano, num valor que inclui 2,7 mil milhões euros de fundos associados à recapitalização da CGD, que já se encontram financiados.

Lusa

  • Manifestações contra os incêndios um pouco por todo o país
    1:33

    País

    Estão marcadas para esta tarde várias manifestações contra os incêndios e as políticas florestais, mas também de homenagem às vítimas dos fogos que arrasaram o país. As iniciativas de protesto são quase todas organizadas através das redes sociais e por grupos de cidadãos.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.