sicnot

Perfil

Economia

Montepio investe na renovação da rede de agências

A Caixa Económica Montepio Geral apresentou esta segunda-feira a nova imagem dos seus balcões, marcada pela aposta na inovação tecnológica, estimando que dentro de três anos toda a rede de agências esteja renovada, num investimento inicial de seis milhões de euros.

"O investimento ascende numa primeira fase a cerca de seis milhões", revelou aos jornalistas José Félix Morgado, presidente do Montepio, numa visita à 'agência modelo', em Lisboa, explicando que o valor vai evoluir à medida que a entidade desenvolve os diferentes canais "de acordo com as tendências da tecnologia e das ferramentas que estão disponíveis no mercado".

E realçou: "Estamos a rever todos os canais de acesso do cliente ao nosso banco. Este é um primeiro passo. Temos uma nova imagem, de inovação e modernidade, com a qual pretendemos estar mais perto dos nossos clientes".

Apesar da aposta no digital, Félix Morgado exclui novo processo de redução da capacidade instalada, leia-se, agências e trabalhadores.
"Estamos com os olhos postos no futuro, estamos a iniciar um ciclo de transformação digital, mas os balcões continuam a ser muito importantes em termos de presença física e visual, para podermos responder ao que os nossos clientes querem em termos de atendimento", afirmou o gestor.

Félix Morgado sublinhou que o banco encerrou o seu processo de reestruturação no verão do ano passado e reforçou que o Montepio vai "manter exatamente a mesma cobertura geográfica e os mesmos balcões", que ascendem atualmente a 330, e que "não há qualquer outro ajustamento em relação a essa matéria".

Segundo o responsável, "esta renovação é uma mensagem de confiança. A Caixa Económica tem 172 anos e estaremos aqui para os próximos 172 anos".

O líder do Montepio apontou ainda para "novidades ao nível do 'homebanking' e do 'mobile banking'", de forma a adaptar a oferta do banco às novas necessidades dos clientes.

"Queremos servir os nossos clientes em qualquer lugar e em qualquer hora. Somos um banco moderno. No futuro, há margem para termos horários diferenciados em diferentes balcões", sublinhou, acrescentando que os clientes-alvo do Montepio continuam a ser as famílias, a economia social e as pequenas e médias empresas (PME).

Lusa

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • A experiência de um embaixador português na Coreia do Norte
    2:58

    País

    A Coreia do Norte tem o maior orçamento militar do mundo e o seu arsenal nuclear acaba por dar-lhe acesso a uma possível cimeira com os Estados Unidos. A pobreza e o culto da personalidade foram testemunhados pelo embaixador, José Manuel de Jesus, que visitou várias vezes Pyongyang.

  • EUA expulsa dois diplomatas venezuelanos e dá-lhes 48 horas para deixarem o país

    Mundo

    Os Estados Unidos anunciaram, na quarta-feira, a expulsão de dois diplomatas venezuelanos, aos quais deu um prazo de 48 horas para sairem do país. A decisão é a resposta ao anúncio de Presidente da Venezuela de expulsar o encarregado de negócios e o chefe da secção política da embaixada dos Estados Unidos em Caracas, Todd Robinson e Brian Naranjo, respetivamente.