sicnot

Perfil

Economia

Montepio investe na renovação da rede de agências

A Caixa Económica Montepio Geral apresentou esta segunda-feira a nova imagem dos seus balcões, marcada pela aposta na inovação tecnológica, estimando que dentro de três anos toda a rede de agências esteja renovada, num investimento inicial de seis milhões de euros.

"O investimento ascende numa primeira fase a cerca de seis milhões", revelou aos jornalistas José Félix Morgado, presidente do Montepio, numa visita à 'agência modelo', em Lisboa, explicando que o valor vai evoluir à medida que a entidade desenvolve os diferentes canais "de acordo com as tendências da tecnologia e das ferramentas que estão disponíveis no mercado".

E realçou: "Estamos a rever todos os canais de acesso do cliente ao nosso banco. Este é um primeiro passo. Temos uma nova imagem, de inovação e modernidade, com a qual pretendemos estar mais perto dos nossos clientes".

Apesar da aposta no digital, Félix Morgado exclui novo processo de redução da capacidade instalada, leia-se, agências e trabalhadores.
"Estamos com os olhos postos no futuro, estamos a iniciar um ciclo de transformação digital, mas os balcões continuam a ser muito importantes em termos de presença física e visual, para podermos responder ao que os nossos clientes querem em termos de atendimento", afirmou o gestor.

Félix Morgado sublinhou que o banco encerrou o seu processo de reestruturação no verão do ano passado e reforçou que o Montepio vai "manter exatamente a mesma cobertura geográfica e os mesmos balcões", que ascendem atualmente a 330, e que "não há qualquer outro ajustamento em relação a essa matéria".

Segundo o responsável, "esta renovação é uma mensagem de confiança. A Caixa Económica tem 172 anos e estaremos aqui para os próximos 172 anos".

O líder do Montepio apontou ainda para "novidades ao nível do 'homebanking' e do 'mobile banking'", de forma a adaptar a oferta do banco às novas necessidades dos clientes.

"Queremos servir os nossos clientes em qualquer lugar e em qualquer hora. Somos um banco moderno. No futuro, há margem para termos horários diferenciados em diferentes balcões", sublinhou, acrescentando que os clientes-alvo do Montepio continuam a ser as famílias, a economia social e as pequenas e médias empresas (PME).

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.