sicnot

Perfil

Economia

Caixabank diz que quer manter BPI na bolsa

© Albert Gea / Reuters

O líder do CaixaBank, que controla o BPI ao deter 85% do capital do banco na sequência da Oferta Pública de Aquisição (OPA), disse esta quarta-feira ter a intenção de manter o banco na bolsa, pelo menos para já.

"A nossa intenção é manter o banco cotado. A médio e longo prazo, se a liquidez for um problema temos que ver como resolver", afirmou Gonzalo Cortázar em conferência de imprensa em Lisboa.

Na sequência de OPA lançada já em 2016 pelo Caixabank, hoje foi conhecido que o grupo financeiro catalão CaixaBank passou a deter 84,5% dos direitos de voto do banco BPI, num investimento total de 644,5 milhões de euros.

De fora ficou cerca de 15% do capital, cujos acionistas não aceitaram a proposta do grupo bancário espanhol por 1,134 euros por ação.
Esta percentagem inclui já a seguradora Allianz, que manteve uma posição (detinha cerca de 8%) tendo em conta o acordo que tem com o BPI para a colocação dos seus produtos.

Com a grande maioria do capital social do BPI controlado pelo grupo espanhol, há agora o risco de os acionistas que não venderam capital na OPA, nomeadamente os pequenos investidores, assistirem a uma desvalorização dos seus títulos em bolsa, uma vez que a dispersão do capital do banco em mercado fica reduzida e os títulos fiquem com pouca liquidez, diminuindo o seu valor.

As ações do BPI fecharam hoje a cair 6,58% na bolsa de Lisboa para 1,05 euros, ou seja, já abaixo do preço oferecido na OPA.

Lusa

  • Caixabank garante controlo do BPI
    1:30

    Economia

    O Caixabank conseguiu garantir esta terça-feira o controlo do BPI, o principal objetivo da OPA que terminou esta tarde. Isabel dos Santos vendeu a sua posição de 18,6% por 306,9 milhões de euros. Já o Grupo Violas Ferreira vendeu os 2,7% que detinha e ficou apenas com uma posição residual de 10 mil ações. Os espanhóis dizem que o trabalho conjunto permite ao BPI um ganho de 120 milhões de euros.

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Coreia do Norte acusa Guterres de ser subordinado dos EUA

    Mundo

    A Coreia do Norte criticou esta quinta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, por apoiar sanções para pressionar o país a entrar em negociações com os Estados Unidos sobre a desnuclearização, referindo que tem atuado como um subordinado.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC