sicnot

Perfil

Economia

Governo vai aprovar grupos ministeriais para analisar precariedade "caso a caso"

JO\303\203O RELVAS

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta quarta-feira que o Conselho de Ministros desta semana irá aprovar a criação em cada ministério de comissões de avaliação que irão analisar "caso a caso" todas as situações referentes a precariedade laboral.

"Amanhã será aprovada, em Conselho de Ministros, a criação em cada ministério de uma Comissão de Avaliação bipartida encarregue de analisar, caso a caso, todas as situações para identificar as necessidades permanentes, para que vínculos precários deem lugar a verdadeiros contratos que dignifiquem o trabalho em funções públicas", afirmou António Costa.

O chefe do Governo falava no parlamento na intervenção inicial com que arrancou o debate quinzenal.

No âmbito do combate à precariedade, lembrou António Costa, foi apresentado na semana passada o relatório que procede ao "levantamento de todos os instrumentos de contratação atípica utilizados pelos serviços da Administração Pública e do Setor Empresarial do Estado", e o Governo assegura que vai dar continuidade a este documento.

"A capacidade de intervenção estratégica do Estado apenas poderá ser melhorada se rejuvenescermos a administração, promovermos a inovação no setor público e valorizarmos o exercício de funções públicas. A reposição de direitos no vencimento e no horário de trabalho foi só um primeiro passo", defendeu.

Depois, o governante destacou o combate à precariedade, a "reposição da perspetiva de carreira profissional e a criação de centros de competências" como as "prioridades" do executivo nesta fase no que refere a questões laborais.

No que refere aos centros de competências, Costa frisou que estes "visam concentrar e potenciar competências qualificadas na Administração Pública em domínios especializados com o objetivo de diminuir a contratação externa e reforçar o conhecimento e o saber fazer dentro da Administração Pública".

O primeiro destes centros, anunciou, será na área dos serviços jurídicos e será criado até ao fim do mês de março.

Para o debate desta tarde o Governo escolheu como tema o Programa Nacional de Reformas, estratégia de médio prazo para o país que é definida por António Costa como "uma verdadeira agenda para a década".

Costa definiu a visão do Governo para o futuro como a de um Portugal "qualificado, inovador, com um Estado moderno, um território coeso, empresas capitalizadas, trabalho digno e uma sociedade mais igual".

O Programa Nacional de Reformas foi apresentado pelo Governo em abril do ano passado e prevê absorver 25 mil milhões de euros até 2020, sendo cerca de metade em fundos comunitários e 6,7 mil milhões de comparticipação nacional.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.