sicnot

Perfil

Economia

Grupo francês PSA interessado numa possível aquisição da Opel

O grupo francês PSA confirmou hoje que está a explorar "inúmeras iniciativas estratégicas", incluindo uma possível aquisição da Opel, não existindo neste momento garantia de que o acordo será alcançado.

Em comunicado, o grupo francês, dono da Peugeot e da Citroen, diz que desde 2012 tem implementado uma aliança com a General Motors, abrangendo, até à data, três projetos na Europa e gerando "sinergias substanciais" para ambos os grupos.

Neste contexto, refere, a General Motors -- dona da Opel e da Vauxhall - e o grupo PSA examinam regularmente possibilidades adicionais de expansão e de cooperação.

O grupo PSA confirma assim que, em conjunto com a General Motors, "está a explorar inúmeras iniciativas estratégicas que visam melhorar a sua rentabilidade e eficiência operacional, incluindo uma possível aquisição da Opel".

Neste momento, de acordo com o grupo automóvel, "não existe qualquer garantia de que um acordo será alcançado".

Várias agências de notícias internacionais avançaram hoje que o grupo PSA, dono da Peugeot e da Citroen, admite comprar a Opel e a Vauxhall, subsidiárias europeias do gigante automobilístico norte-americano General Motors (GM).

O grupo PSA, que agrupa as marcas Peugeot, Citroen e DS, "está a explorar a possibilidade de adquirir a Opel e a Vauxhall", afirmou um porta-voz do grupo francês, citado por vários agências de notícias internacionais.

O grupo francês liderado pelo português Carlos Tavares, e o GM já têm um acordo de cooperação que até agora resultou em três projetos europeus conjuntos que permitiram "sinergias bastante grandes", disse o porta-voz.

A Opel vende os seus veículos sob a marca Vauxhall no Reino Unido.

O anúncio do grupo PSA surge uma semana depois da GM ter divulgado perdas de 257 milhões de dólares nas operações na Europa em 2016, sexto ano consecutivo de perdas no continente europeu.


Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.