sicnot

Perfil

Economia

Governo vai "muito brevemente" amortizar dívida ao FMI

MIGUEL A. LOPES

O ministro das Finanças afirmou hoje que o Estado vai "muito brevemente" amortizar parte da dívida ao FMI, acrescentando que Portugal está autorizado a devolver 1.700 milhões e que estas amortizações antecipadas não ameaçam o financiamento da República.

O governante, que está hoje a ser ouvido na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, afirmou que "o plano de financiamento da República continua a ser sustentado numa redução do endividamento ao Fundo Monetário Internacional" (FMI), recordando que, nos últimos dois meses de 2016, "foram feitos pagamentos de 2,5 mil milhões de euros" antecipadamente à instituição liderada por Christine Lagarde.

Mário Centeno avançou também que, do montante a que Portugal já está autorizado a devolver de forma antecipada ao FMI, "resta ainda utilizar 1.700 milhões de euros" e acrescentou que "muito brevemente vai ser amortizada mais uma parte da dívida ao FMI".

De acordo com o ministro, "nada foi feito que significasse um atraso nem colocasse em causa o financiamento da República Portuguesa" e estas devoluções antecipadas ao FMI são possíveis porque o executivo tem "canalizado os ganhos de liquidez do Estado, por exemplo os 'cocos' do BCP, para amortizar essa dívida".

Lusa

  • "Desisto com muita dificuldade, só abandono a liderança se houver rebelião"
    2:39
  • Como um tweet de Kylie Jenner levou à queda das ações do Snapchat

    Economia

    As ações da Snap Inc., empresa que gere o Snapchat, fecharam a cair 6% na bolsa de Wall Street, esta quinta-feira, depois de Kylie Jenner ter anunciado que tinha deixado de usar a aplicação. A celebridade norte-americana tem mais de 24 milhões de seguidores e é considerada uma das utilizadoras mais influentes do Snapchat.

  • Arqueólogos anunciam descoberta de selo com assinatura do profeta Isaías

    Mundo

    Arqueólogos israelitas afirmam ter descoberto a marca de um selo num pedaço de argila que exibe o que consideram ser a assinatura do profeta bíblico Isaías, a quem se atribui a autoria de um livro do Antigo Testamento e de vários excertos do Novo Testamento. O achado arqueológico agora divulgado poderá ser a primeira prova da existência do profeta Isaías até agora encontrada. A descoberta aconteceu em Jerusalém, próximo do local onde foi encontrada um outro selo com a impressão da assinatura do rei Ezequias de Judá.

  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00
  • Marcelo de "alma cheia" no fim da visita a São Tomé e Príncipe
    2:43

    País

    O Presidente da República terminou esta quinta-feira no Príncipe uma visita de três dias a São Tomé. Marcelo Rebelo de Sousa prometeu o reforço da cooperação económica e anunciou a visita de António Costa antes do Verão. e lembrou os políticos portugueses de que é muito mais o que nos une, do que o que nos separa.

    Enviados SIC

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00