sicnot

Perfil

Economia

Clima económico sobe em abril e atividade económica aumenta em março

O indicador de clima económico, disponível até abril, aumentou em Portugal, assim como o indicador de atividade económica subiu em março, segundo dados do INE hoje divulgados.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) refere que o indicador de clima económico (calculado através de inquéritos a empresas de vários setores de atividade) subiu para os 1,8 pontos em abril (1,6 pontos em março e 1,1 pontos em abril do ano anterior).

O indicador de clima económico aumentou entre janeiro e abril, após ter diminuído nos três meses anteriores.Já o indicador de atividade económica recuperou em março, para 2,4 pontos, após ter interrompido no mês anterior o perfil positivo observado desde agosto (2,3 pontos em fevereiro).

O indicador quantitativo do consumo privado desacelerou entre janeiro e março, interrompendo a trajetória crescente observada até dezembro, devido a um contributo positivo menos intenso de ambas as componentes, consumo corrente e consumo de bens duradouros.

Já o indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) estabilizou em março, "interrompendo a expressiva trajetória ascendente iniciada em junho de 2016".

As componentes de material de transporte e de máquinas e equipamentos apresentaram "um contributo positivo menos acentuado", o que foi compensado pelo maior contributo positivo da componente de construção.

Em Portugal, o Produto Interno Bruto (PIB) aumentou 2,8% em volume em termos homólogos no primeiro trimestre (2% no quarto trimestre de 2016). Na Área Euro (AE), o PIB em termos reais subiu 1,7% no primeiro trimestre, em termos homólogos,(1,8% no trimestre anterior).

Em abril, os indicadores de confiança dos consumidores e de sentimento económico aumentaram na Área Euro. No mesmo mês, os preços das matérias-primas e do petróleo registaram taxas de variação em cadeia de -2,3% e 1% respetivamente (-2,4% e -6,3% em março).

O documento mostra ainda que as exportações e importações de bens aceleraram em março, registando variações homólogas de 17,1% e 15,3% (12,9% e 14,9% em fevereiro), refletindo em parte efeitos de calendário.

Considerando a atividade económica na perspetiva da produção, os índices de volume de negócios da indústria e dos serviços e o índice de produção da construção e obras públicas aceleraram em março. Já o índice de produção industrial desacelerou em março.

No primeiro trimestre, a taxa de desemprego fixou-se em 10,1%, inferior em 0,4 pontos percentuais à taxa registada no trimestre anterior e significativamente mais baixa do que a observada no mesmo período de 2016 (12,4%).

O emprego total cresceu expressivamente, passando de uma variação homóloga de 1,8% no 4º trimestre de 2016 para 3,2%, enquanto a população ativa registou um ligeiro crescimento homólogo de 0,6%, o que representou uma recuperação face ao trimestre anterior (variação de -0,2%).

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) passou de 1,4% em março para 2% em abril.

Lusa

  • Campanha eleitoral em Angola chega hoje ao fim

    Mundo

    Os candidatos às eleições gerais angolanas de quarta-feira terminam hoje um mês de campanha, com milhares de quilómetros percorridos, uma breve aparição de José Eduardo dos Santos e as possíveis coligações em destaque.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.