sicnot

Perfil

Economia

CGTP desafia Autoeuropa a negociar com central sindical

CGTP desafia Autoeuropa a negociar com central sindical

O secretário-geral da CGTP Arménio Carlos desafiou esta quinta-feira a administração da Autoeuropa a negociar com a central sindical, enquanto a Comissão de Trabalhadores da fábrica de Palmela não estiver concluída.

  • Reunião com administração da Autoeuropa foi "muito produtiva"
    1:35

    Economia

    Uma semana depois da primeira greve na história da Autoeuropa, a administração e o sindicato afeto à CGTP voltam a reunir-se. A empresa já disse que só vai negociar com a nova comissão de trabalhadores que será eleita em outubro, o sindicato quer ser ouvido mas descarta para já uma nova paralisação.

  • "Os empregados da Autoeuropa são os mais bem pagos"
    3:57

    Opinião

    No comentário habitual do Jornal da Noite, Miguel Sousa Tavares defendeu que o conflito na Autoeuropa é político, sindical e ideológico. O comentador da SIC disse ainda que os empregados da Autoeuropa fazem parte da aristocracia e que são os mais bem pagos.

  • BE defende revisão laboral na Autoeuropa para conciliar vida pessoal e profissional
    2:06

    Economia

    O Bloco de Esquerda defendeu esta segunda-feira uma revisão laboral que permita conciliar a vida pessoal e profissional. Catarina Martins não quis, no entanto, comentar as declarações da secretária-geral adjunta do PS sobre o caso da Autoeuropa, em que Ana Catarina Martins fala numa guerra partidária por trás dos desentendimentos na empresa. A alegada guerra partidária envolve os sindicatos afetos ao PCP e a comissão de trabalhadores demissionária está ligada ao Bloco de Esquerda.

  • Os momentos que marcaram o 7.º dia de Mundial
    1:08
  • "Ronaldos nascem na Rússia como cogumelos"
    1:49
  • Os momentos descontraídos dos jogadores
    1:54
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O humor russo
    1:32
  • Schulz responde a Trump: "é um especialista em estatísticas criminais"

    Mundo

    "Donald Trump é um especialista em estatísticas criminais: pagamentos a estrelas porno, contactos ilegais com russos e diretores de campanha presos". Foi assim que o deputado alemão Martin Schulz respondeu ao Presidente norte-americano, depois de este ter afirmado várias vezes que a criminalidade na Alemanha aumentou devido à imigração.

    SIC

  • "Vou pedir a alguém que dê esta notícia por mim". Jornalista emociona-se com o caso dos bebés mexicanos separados das famílias
    0:49