sicnot

Perfil

Especiais

"É bom que haja alguma vergonha" em relação ao Panama Papers

"É bom que haja alguma vergonha" em relação ao Panama Papers

Para Rui Rio a revelação destes esquemas é importante para que haja "alguma vergonha". No final de uma conferência em Macedo de Cavaleiros, o ex-presidente da Câmara do Porto, e habitualmente crítico da comunicação social, elogiou o trabalho jornalístico.

  • Grupo Espírito Santo esconde saco azul no Panamá durante 21 anos
    1:51

    Panama Papers

    O jornal Expresso, que investiga o escândalo da Mossack Fonseca, revela que o Grupo Espírito Santo escondeu um saco azul no Panamá durante mais 20 anos. Pelas contas do GES no paraíso fiscal podem ter passado mais de 300 milhões de euros. A investigação do Consórcio de Jornalistas revela que Ricardo Salgado e José Manuel Espírito Santo tinham acesso direto às contas offshore mas todo o conselho superior do Grupo podia aceder ao dinheiro.

  • "O grupo Espírito Santo estava assente numa rede de centenas de sociedades offshore"
    5:52

    Panama Papers

    A base de dados utilizada na investigação Panama Papers revela "claramente" que "o grupo Espírito Santo estava assente numa rede de centenas de sociedades offshore", de acordo com o diretor do jornal Expresso. Na noite em que são divulgados os primeiros nomes dos portugueses envolvidos no escândalo, Pedro Santos Guerreiro explicou a complexidade da base de dados que tem cerca de 11 milhões de documentos. Adiantou ainda que contactou todos os envolvidos antes de divulgar os nomes. Manuel Vilarinho, ex-presidente do Benfica, confessou já estar à espera da chamada.

  • Incêndios em Portugal - um mês depois
    9:10

    Reportagem Especial

    Regressar a casa para refazer a vida é tudo o que querem as famílias a quem o fogo levou quase tudo, há cerca de um mês. Contudo, esse regresso não tem sido fácil. Depois dos incêndios, famílias e empresas ainda têm de vencer as burocracias. A Reportagem Especial deste sábado regressa a Seia, onde arderam mais de 70 casas de primeira habitação e onde a vida de muitos parece ter entrado num impasse.

  • CIP contra 600€ de salário mínimo, ameaça boicatar iniciativas do governo
    1:28

    Economia

    O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP) está contra o aumento do salário mínimo para 600€. Em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, o presidente António Saraiva considerou a proposta "uma luta partidária" dos comunistas com o Bloco de Esquerda" e ameaça boicotar a presença em iniciativas publicas, promovidas pelo executivo.