sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Copiloto fez cair avião nos Alpes deliberadamente

O copiloto do avião que se despenhou terça-feira nos Alpes franceses foi o responsável pela queda do avião, iniciando deliberadamente a descida e recusando abrir a porta do cockpit ao piloto, revelou hoje o principal investigador. Chamava-se Andreas Lubitz, de nacionalidade alemã e não tinha qualquer relação conhecida a terrorismo.

Anteriormente, o secretário de Estado dos Transportes francês, Alain Vidalies, tinha afirmado que "houve um pedido de ajuda registado às 10:47 horas (09:47 horas em Lisboa), que mostrava que o avião estava a 5.000 pés (1.524 metros), numa situação anormal".

Anteriormente, o secretário de Estado dos Transportes francês, Alain Vidalies, tinha afirmado que "houve um pedido de ajuda registado às 10:47 horas (09:47 horas em Lisboa), que mostrava que o avião estava a 5.000 pés (1.524 metros), numa situação anormal".

Thomas Koehler/Photothek HANDOUT

Em conferência de imprensa, o procurador Brice Robin afirmou que o copiloto estava sozinho aos comandos do avião no momento da queda e que "recusou voluntariamente abrir a porta do cockpit ao piloto e voluntariamente iniciou a descida do avião".

Os investigadores tiraram estas conclusões a partir da análise das gravações contidas numa das caixas negras do avião. Os sons sugerem que o copiloto alemão, chamado Andreas Lubitz, estava consciente e respirava até ao momento em que o aparelho se despenhou.
 
A investigação avança ainda que soou o alarme da porta do cockpit e Lubitz se  recusou abri-la ao comandante.

Sabe-se agora também que os passageiros começaram a gritar antes do impacto final e que ainda não foi encontrada a segunda caixa negra do avião. 

Andreas Lubitz não estava referenciado por qualquer ligação ao terrorismo.

A queda do avião da companhia de baixo custo alemã Germanwings provocou 150 mortos. Segundo Robin, todos tiveram morte imediata.


Com Lusa
  • Admitida hipótese de suicídio ou doença súbita do copiloto
    0:55

    Airbus cai nos Alpes

    Um dos pilotos do avião que se despenhou nos Alpes franceses saiu do cockpit e não conseguiu reentrar, adiantou uma fonte da investigação ao jornal The New York Times. Um procurador francês confirmou que era o copiloto que estava sozinho no cockpit quando o avião caiu.O presidente da operadora de Navegação Aérea (NAV), Luís Coimbra, avança com a tese de suicídio ou de doença súbita para explicar o facto de um dos pilotos não ter conseguido entrar no cockpit, momentos antes do avião se despenhar.

  • Um piloto estava fora do cockpit no momento do acidente e foi impedido de entrar
    1:53

    Airbus cai nos Alpes

    Um dos dois pilotos do A320, que caiu nos Alpes franceses com 150 pessoas a bordo, não estava no cockpit no momento do desastre e foi impedido de voltar porque a porta estava trancada. O grupo alemão Lufthansa, ao qual pertence a companhia Germanwings, referiu hoje que não poder confirmar que um dos pilotos do Airbus A-320 que se despenhou nos Alpes franceses não estava na cabine de comando no momento do acidente. O copiloto do Airbus A-320 tinha 630 horas de voo e estava ao serviço desde setembro de 2013.

  • Paulo Macedo pede calma para o bem do banco
    1:45

    Caso CGD

    Paulo Macedo falou pela primeira vez desde que foi eleito o novo Presidente da Caixa Geral de Depósitos e, para o bem do banco público, pediu calma a todos. Passos Coelho veio dizer que a recapitalização da Caixa pode ter de ser feita no verão do próximo ano para salvaguardar o défice deste ano. Já António Costa preferiu não comentar as declarações de Passos e diz que o banco público há muito que precisava de ser recapitalizado.

  • Condutores continuam com dúvidas em como circular numa rotunda
    2:06

    País

    Circular nas rotundas continua a ser um problema para muitos condutores. Cerca de 3 mil foram multados nos últimos três anos depois da entrada em vigor do novo código, os números são avançados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária. Os instrutores de condução dizem que a medida provoca mais confusão nas horas de ponta.

  • O que aconteceu à menina síria que relatava a guerra no Twitter?
    1:59
  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados". Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade.