sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Equipas prontas para quarto dia de operações nos Alpes

A equipas de busca estão prontas para o quarto dia de trabalho na zona dos Alpes franceses onde terça-feira se despenhou o Airbus A-320 da Germanwings quando efetuava a ligação entre Barcelona e Düsseldorf.

Claude Paris

As autoridades francesas voltarão a utilizar helicópteros a partir da base de Seyne-les-Alpes para atingirem a montanha onde o avião embateu provocando a morte às 150 pessoas que seguiam a bordo.

A prioridade serão as buscas da segunda caixa negra de forma a poder continuar a investigação após a primeira, com o registo de voz da cabine e encontrada poucas horas depois do desastre, ter revelado que o copiloto provocou, deliberadamente, o acidente, segundo as autoridades.

Os especialistas e forenses irão continuar a recuperar na montanha restos de corpos dos ocupantes que estão a ser transportados para um centro de campanha montado em Seyne-les-Alpes, onde são efetuados os trabalhos de identificação.

A identificação das vitimas está a ser feita com recurso a testes comparativos com familiares das vítimas.

Entretanto o porta-voz do Ministério do Interior, Pierre-Henri Brandet, já disse que a repatriação dos restos mortais, principalmente para a Alemanha e França, locais de origem da maioria das vítimas, não será realizada até que sejam recolhidos todos os restos mortais e que se tenha procedido às identificações.


Lusa
  • Cinco acidentes nos últimos 30 anos provocados deliberadamente por pilotos

    Airbus cai nos Alpes

    O copiloto do avião da Germanwings que se despenhou na terça-feira nos Alpes franceses é suspeito de ser o responsável pela queda do avião, uma vez que iniciou deliberadamente a descida do aparelho, revelaram hoje investigadores franceses. O avião da companhia alemã de baixo custo, um Airbus A-320, acabou por embater numa montanha matando todas as 150 pessoas a bordo. Ao longo dos últimos 33 anos existem cinco casos confirmados de acidentes aéreos que foram provocados deliberadamente por pilotos 

  •  Copiloto do Airbus sem "indícios de contexto terrorista"

    Airbus cai nos Alpes

    O ministro do Interior alemão afirmou hoje que as forças de segurança alemãs não têm "indícios de contexto terrorista" relacionados com o copiloto do avião da Germanwings que na terça-feira se despenhou nos Alpes franceses. "Vai ser tudo investigado", disse o ministro Thomas de Maizière. A chanceler Merkel garante total empenho das autoridades alemãs no caso. Andreas Lubitz estava sozinho aos comandos do aparelho e acionou deliberadamente a descida, revelou o procurador francês encarregado da investigação.   

  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.