sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Seguradoras da Germanwings destinam 279 milhões para indemnizações

O grupo Lufthansa anunciou hoje que o consórcio de seguradoras liderado pela alemã Allianz destinou 279 milhões de euros para indemnizações relativas à queda do Airbus A320 da Germanwings nos Alpes franceses, a 24 de março. 

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

"Posso confirmar que 279 milhões de euros estão previstos" para cobrir os prováveis pedidos de compensação das famílias das vítimas, declarou uma porta-voz da transportadora aérea alemã Lufthansa, proprietária da Germanwings, sustentando a informação divulgada pelo jornal Handelsblatt. 

De acordo com o diário económico alemão, as indemnizações pagas em caso de acidente aéreo rondam normalmente um milhão de dólares por passageiro, mas a presença de norte-americanos entre as vítimas poderá originar montantes mais elevados. 

O avião estava seguro em 6,5 milhões de dólares, afirmou o Handelsblatt, que cita fontes próximas do 'dossier'. 

A Allianz Global Corporate & Speciality (AGCS), filial da seguradora alemã Allianz, especializada na gestão de risco dos grandes grupos, é o líder do consórcio de seguradoras da transportadora de baixo custo Germanwings. 

As perdas humanas no acidente, ocorrido há uma semana, do A320 da companhia nos Alpes franceses, bem como o avião destruído, serão compensadas pelas seguradoras, mesmo se o acidente foi causado deliberado, tinham afirmado na sexta-feira fontes próximas do dossier, citadas pela agência noticiosa francesa AFP. 

A queda do avião da Germanwings, que efetuava a ligação Barcelona (nordeste de Espanha) a Dusseldorf (oeste da Alemanha), causou 150 mortos. 

O copiloto do aparelho, Andreas Lubitz, ficou fechado sozinho na cabine de comando, aproveitando uma breve ausência do comandante, e terá causado deliberadamente a queda do avião, de acordo com os investigadores, depois de analisadas as gravações recolhidas de uma das duas "caixas negras" a bordo e a única encontrada até agora, denominada CVR (gravador de voz da cabine de comando). 



Lusa
  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.