sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Mulher terá fingido ser familiar de vítima para voar para os Alpes sem pagar

A polícia alemã revelou esta quinta-feira estar a investigar uma mulher suspeita de ter mentido às autoridades, alegando ser familiar de uma das vítimas da tragédia nos Alpes para obter voos gratuitos para essa região de França.

A companhia Germanwings organizou voos específicos para os familiares das 150 vítimas da queda do Airbus A320. (Arquivo)

A companhia Germanwings organizou voos específicos para os familiares das 150 vítimas da queda do Airbus A320. (Arquivo)

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

A companhia Germanwings organizou voos específicos para os familiares das 150 vítimas da queda do Airbus A320. De acordo com um jornal local, situado na cidade de Haltern, que perdeu 16 estudantes e dois professores, uma mulher originária da Alemanha ocidental voou duas vezes para os Alpes às custas da Lufthansa - proprietária da Germanwings - alegando ser prima de um dos professores.

A polícia está a investigar uma possível fraude e a mulher será interrogada assim que a Lufthansa entregar o caso às autoridades.

A companhia aérea referiu que este terá sido um "lamentável caso isolado", sem adiantar mais detalhes.

A limpeza dos danos no local está a cargo da Germanwings e da Lufthansa. Os peritos acreditam que o co-piloto do A230, Andreas Lubitz, deixou o avião cair deliberadamente, num voo que fazia a ligação entre Barcelona e Düsseldorf.
  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.