sicnot

Perfil

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Airbus cai nos Alpes

Copiloto da Germanwings tinha ensaiado queda do avião

O copiloto da Germanwings, que fez cair o avião nos Alpes, já tinha treinado uma perda de altitude no voo anterior de Dusseldorf para Barcelona, noticia hoje o diário Bild, baseando-se nas informações aéreas francesas.

Michael Mueller / AP

O documento, que avalia os dados da segunda caixa negra do avião será hoje conhecido e colocado à disposição da procuradoria francesa.

Na viagem de ida do avião da Germanwings de Dusseldorf para Barcelona, a 24 de março passado, Lubitz fez um voo picado sem justificação alguma, disse uma fonte ao Bild, citado pela agência noticiosa Efe.

O relatório fala de "um voo picado controlado, de vários minutos, sem justificação alguma", de acordo com o diário alemão, que acrescenta não estar ainda descartado se esse voo picado não foi um ensaio, mas sim uma primeira tentativa para cometer o ato suicida.

As novas informações revelam que o suicídio de Lubitz foi planeado anteriormente e não resultante de uma crise momentânea.

No voo de regresso, Lubitz, de acordo com os dados disponíveis, consumou o suicídio depois de fechar a cabine e deixar do lado de fora o piloto para conduzir o avião contra os Alpes sem que ninguém o pudesse impedir.

O Airbus A320 da Germanwings, que fazia a ligação entre Barcelona (Espanha) e Düsseldorf (Alemanha), despenhou-se a 24 de março passado nos Alpes franceses, matando todos os 144 passageiros e seis tripulantes.

 

Lusa

  • Temperaturas vão subir até 4ª feira

    País

    As temperaturas vão subir até esta quarta-feira, prevendo-se máximas entre os 22 e os 29 graus na generalidade do território, valores acima do normal para a época do ano, adiantou hoje a meteorologista Maria João Frada.

  • E agora?
    15:07
  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.