sicnot

Perfil

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Irão revela nova base subterrânea de mísseis

A televisão iraniana exibiu hoje as imagens de uma nova base subterrânea que contém mísseis com um alcance de 1.700 quilómetros, num contexto de tensões com os Estados Unidos, que admitem sanções relacionadas com o programa balístico de Teerão.

© Heinz-Peter Bader / Reuters

© Heinz-Peter Bader / Reuters

As imagens, difundidas pela televisão estatal Irib, mostram o presidente do parlamento, Ali Larijani, no início de uma visita a uma base subterrânea com diversos tipos de armamento, incluindo mísseis Emad.

A televisão não revelou a localização desta base subterrânea.

Em outubro, o Irão efetuou pelo menos um ensaio com sucesso deste tipo de mísseis que, segundo peritos da ONU, constituiu uma violação de uma resolução aprovada em 2010 e que proíbe a utilização pelo Irão de mísseis balísticos, pelo receio de que possam ser munidos de uma ogiva nuclear.

O Irão sempre negou pretender garantir armamento nuclear e afirma que os seus mísseis não são concebidos para integrar esse tipo de bomba.

Larijani indicou que, na apresentação do próximo plano quinquenal, o parlamento vai apoiar o reforço do programa balístico, defendido pelo Presidente Hassan Rohani.

Na quinta-feira, o chefe de Estado iraniano denunciou as "intervenções hostis e ilegais" dos EUA que acabam de anunciar um novo conjunto de sanções económicas relacionadas com dois recentes ensaios de mísseis pelo Irão, e ainda sem aplicação.

Rohani ordenou ao exército para intensificar o desenvolvimento de mísseis e adotar todas as medidas necessárias para desencadear novos programa que permitam reforçar a defesa do país.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.