sicnot

Perfil

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita-Irão

Arábia Saudita cumpre a 51ª execução do ano

Um saudita condenado à morte por homicídio foi executado hoje em Riade, elevando para 51 o número de execuções na Arábia Saudita desde o início do ano.

A execução do clérigo xiita Nimr Baqir al Nimr provocou uma crise entre Riade e Teerão, levando a Arábia Saudita a anunciar, na semana passada, o corte de relações diplomáticas.

A execução do clérigo xiita Nimr Baqir al Nimr provocou uma crise entre Riade e Teerão, levando a Arábia Saudita a anunciar, na semana passada, o corte de relações diplomáticas.

© Reuters Photographer / Reuters (Arquivo)

Mechari al-Anzi foi considerado culpado de ter matado, a tiro, um outro saudita durante uma disputa, indicou o Ministério do Interior, em comunicado publicado pela agência oficial SPA.

Trata-se da 51ª execução desde o início do ano, depois das 47 realizadas a 02 de janeiro, de 47 pessoas condenadas por "terrorismo", incluindo o clérigo xiita Nimr Baqir al Nimr, cuja morte provocou uma crise entre Riade e Teerão, levando a Arábia Saudita a anunciar, na semana passada, o corte de relações diplomáticas.

Dois outros condenados à pena capital foram executados na semana passada e uma etíope, condenada pela morte de uma saudita, foi, por seu lado, executada no domingo.

Na Arábia Saudita, as execuções de condenados geralmente são feitas por via da decapitação e acontecem em público.

Em 2015, as execuções atingiram um número recorde em 20 anos. Segundo uma contagem da agência noticiosa AFP, com base em dados oficiais, a Arábia Saudita executou 153 pessoas, contra as 87 executadas em 2014.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22