sicnot

Perfil

Assalto em Tancos

Assalto em Tancos

Assalto em Tancos

Duas demissões por divergências com Chefe do Estado-Maior

O Exército confirmou este sábado a demissão do general José Calçada, comandante do Pessoal do Exército, que apresentou na sexta-feira um pedido de exoneração de funções. A notícia avançada pelo Expressso adianta também que o general Faria Menezes, atual comandante operacional das Forças Terrestres, vai apresentar a demissão na próxima segunda-feira.

Segundo a mesma fonte, ambos os generais ficaram indignados pela forma como o Chefe do Estado-Maior do Exército, o general Rovisco Duarte, demitiu os cinco coronéis responsáveis pelas rondas nos paióis de Tancos que foram assaltados.

O Expresso adianta que o general José Calçada apresentou um pedido de exoração das funções na sexta-feira e que o general Faria Menezes vai apresentar o mesmo pedido na segunda-feira.

Na rede social Facebook, o general Calçada publicou mesmo um poema de despedida:

"Chegou a hora de partir das fileiras/
Com grande tristeza no coração!/
Não era assim que queria, isso não!/
Mas às vezes não há outras maneiras…/

O Exército tudo me deu, nada me deve!".

"Dentro dos soldados que comandei, vocês sabem que ocupam um lugar especial! Um abraço para todos!", é com esta frase que o general termina a publicação.

Já o general Faria Menezes garante que a decisão que tomou nada tem a ver com o facto de ter sido preterido para o cargo de vice-chefe de Estado-Maior do Exército.

“Com a exoneração dos cinco comandantes houve uma quebra do vínculo sagrado entre comandantes e subordinados. Por respeito aos princípios e valores que perfilho, vejo-me obrigado a pedir a exoneração como comandante das Forças Terrestres”, afirmou, em declarações ao Expresso.

A SIC contactou o Exército, que não quis prestar quaisquer declarações sobre o caso.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.

  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.