sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Vaticano condena "ataque à paz da Humanidade"

A Santa Sé condenou hoje os atentados em Paris, que fizeram pelo menos 120 mortos, considerando-os "um ataque à paz de toda a Humanidade que requer uma reação decidida e conjunta".

© Stephen Lam / Reuters


"Estamos a acompanhar no Vaticano as terríveis notícias de Paris. Estamos consternados com esta nova manifestação de violência terrorista sem sentido e de ódio, a qual condenamos da forma mais categórica junto com o papa e com todas as pessoas que amam a paz. Rezamos pelas vítimas e pelos feridos e por todo o povo francês", escreveu o porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi na mensagem enviada em nome da Santa Sé.

"Trata-se de um ataque à paz de toda a Humanidade que requer uma reação decidida e conjunta por parte de todos para lutar contra a propagação do ódio homicida em todas as suas formas", concluiu.

Vários ataques registados na sexta-feira à noite, em Paris, provocaram pelo menos 120 mortos e pelo menos 500 pessoas ficaram feridas, segundo fontes policiais.

O Presidente francês, François Hollande, já anunciou o estado de emergência e o encerramento das fronteiras de França na sequência do que classificou de "ataques terroristas sem precedentes" no país. A segurança nas ruas da cidade foi reforçada com 1.500 soldados.

Lusa

  • Autárquicas: Ao 2º dia, "Atrás das Câmaras" em Fátima
    1:44
  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.