sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Marine Le Pen exige que França deixe imediatamente de acolher imigrantes

A líder da Frente Nacional (FN, extrema-direita) francesa, Marine Le Pen, reclamou hoje o "fim imediato de qualquer acolhimento de imigrantes em França" para evitar a infiltração de possíveis terroristas no país e evitar atentados.

CHRISTOPHE PETIT TESSON

A exigência de Marine Le Pen está contida num comunicado divulgado após a polícia francesa ter anunciado que um dos terroristas suicidas envolvidos nos atentados de sexta-feira em Paris, que causaram 129 mortos e mais de 350 feridos, tinha passaporte sírio e que entrou na Europa através da Grécia, em outubro.

"Esta precaução é imperiosa para a segurança dos franceses", sublinhou a líder do partido da extrema-direita em França.

"Por precaução, Marine Le Pen pede que cesse, de imediato, todo o acolhimento de imigrantes em França e a sua dispersão pelos municípios do país", lê-se no comunicado.

No documento, Marine Le Pen acusa também o Governo gaulês, bem como o principal partido da oposição, a UMP, recentemente rebatizado como Os Republicanos, de consentir a "asfixia migratória".

Os nossos receios e as nossas advertências sobre a possível presença «jihadista» entre os imigrantes que chegam ao nosso país são uma realidade desgraçadamente concretizada nos sangrentos atentados", conclui o comunicado.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou no sábado, em comunicado, os atentados de sexta-feira em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, que morreram, ocorreram em vários locais da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente François Hollande classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • PCP abre debate quizenal com assuntos laborais e sociais

    País

    Um dia depois da sessão solene do 25 de Abril, os deputados regressam hoje ao parlamento para mais um debate quinzenal com o primeiro-ministro, que será seguido por uma discussão sobre o Conselho Europeu extraordinário de sábado. Acompanhe aqui em direto às 15h00 e Minuto a Minuto.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.