sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Sete ataques evitados nos "últimos seis meses" no Reino Unido

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse hoje que sete atentados foram evitados no Reino Unido nos últimos "seis meses".

© POOL New / Reuters

"Os nossos serviços de segurança e de inteligência impediram qualquer coisa como sete ataques nos últimos seis meses, ainda que estes ataques fossem de menor dimensão", disse o primeiro-ministro à BBC Radio 4.

Cameron falava a partir de Antalia, na Turquia, onde participa na cimeira do G20.

"Estamos cientes de que há células na Síria que radicalizam as pessoas nos nossos próprios países e que são suscetíveis de reenviá-las para perpetrarem os ataques", afirmou.

"Podemos reforçar os nossos serviços de segurança e vamos fazê-lo, podemos tomar medidas para que a aviação seja mais precisa e alocar dinheiro para esse domínio, e é o que vamos fazer", acrescentou.

A imprensa britânica anunciou hoje que o Reino Unido iria reforçar os seus serviços secretos e de segurança com o recrutamento de 1.900 agentes para ajudar a combater a ameaça terrorista e aumentar os fundos destinados a reforçar a segurança na aviação civil.

O reforço dos agentes deveria aumentar os efetivos dos serviços de segurança interna (M15), externa (M16) e de vigilância (GCHQ) em quase 15%, segundo os jornais The Guardian e Financial Times.

Caso se concretize, este será "o maior aumento nas despesas com a segurança britânica desde os atentados de 07 de julho de 2005 em Londres", que mataram dezenas de pessoas.

As medidas deverão ser hoje anunciadas por Cameron, segundo o Guardian.

As medidas de Londres surgem na sequência da série de atentados registados na noite de sexta-feira, em Paris.

O grupo extremista Estado Islâmico (EI) reivindicou no sábado, em comunicado, os atentados em Paris, que causaram pelo menos 129 mortos, entre os quais dois portugueses, e mais de 350 feridos.

De acordo com o último balanço feito pelos hospitais, das 415 pessoas que foram atendidas nos hospitais após os ataques, pelo menos 42 feridos continuavam no domingo à tarde em vigilância intensiva em unidades de reanimação.

Os ataques, perpetrados por pelo menos sete terroristas, que morreram, ocorreram em vários locais da cidade, entre eles uma sala de espetáculos e o Stade de France, onde decorria um jogo de futebol entre as seleções de França e da Alemanha.

A França decretou o estado de emergência e restabeleceu o controlo de fronteiras na sequência daquilo que o Presidente francês, François Hollande, classificou como "ataques terroristas sem precedentes no país".

Lusa

  • Valls alerta para novos ataques nos próximos dias ou semanas

    Ataques em Paris

    O primeiro-ministro francês disse hoje que a França e a Europa têm de se preparar para a possibilidade de novos atentados terroristas e que os ataques de sexta-feira em Paris foram planeados a partir da Síria. Manuel Valls sublinhou que a França ainda pode voltar a ser alvo de ataque "nos próximos dias, nas próximas semanas".

  • Obama e Putin discutiram Síria à margem do G20
    1:51

    Ataques em Paris

    Na Turquia, sem a presença de François Hollande, os principais líderes mundiais prometeram intensificar os esforços no combate ao terrorismo. Os atentados de Paris puseram o tema na agenda da Cimeira do G20, que termina hoje. À margem da cimeira, Barack Obama e Vladimir Putin estiveram reunidos e concordaram na necessidade de uma transição política na Síria, supervisionada pela ONU.

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58