sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Eagles of Death Metal anunciam aos fãs cancelamento da digressão internacional

A banda Eagles of Death Metal (EODM), que atuava no Bataclan, em Paris, aquando do atentado terrorista de sexta-feira, cancelou todos os concertos da sua digressão, que passava por Lisboa a 10 de dezembro.

(Arquivo)

(Arquivo)

Barry Brecheisen / AP

"Devido aos acontecimentos do passado dia 13 de novembro, em Paris, os EODM cancelam oficialmente as restantes datas da digressão europeia", onde se incluía um espetáculo no Armazém F, informa a produtora de eventos Everything is New na sua página na Internet.

A agência acrescenta que o reembolso dos bilhetes poderá ser efetuado a partir de quinta-feira no respetivo local de compra e até 30 dias após a data prevista para o concerto, ou seja, 9 de janeiro de 2016.

Entretanto, a banda colocou uma nota oficial para os fãs na sua página na rede social Facebook (https://www.facebook.com/eaglesofdeathmetal).

"Embora estejamos em segurança em casa, estamos horrorizados e ainda tentamos compreender o que aconteceu em França. Os nossos pensamentos e corações estão, primeiro e sobretudo, com o nosso irmão Nick Alexander, os nossos companheiros da editora Thomas Ayad, Marie Mosses e Manu Perez e todos os amigos e fãs cujas vidas foram ceifadas em Paris, assim como com os seus amigos e famílias", lê-se na mensagem.

Referindo o laço de dor que os une "às vítimas, fãs, famílias e cidadãos de Paris, bem como a todos os que foram afetados pelo terrorismo", os Eagles of Death Metal afirmam-se "orgulhosos" por estarem unidos a uma "nova família" através de um "objetivo comum de amor e compaixão".

Na nota publicada no Facebook, os EODM agradecem ainda a intervenção da polícia francesa, do FBI e dos departamentos do Estado de França e Estados Unidos e, em particular, aos que fizeram o seu melhor "durante o caos inimaginável" que se instalou após os ataques.

O grupo termina a sua mensagem com uma saudação: "Viva a música, viva a liberdade, viva a França, e viva os EODM".

Lusa

  • Eurogrupo dá luz verde ao Orçamento do Estado
    0:29

    Orçamento do Estado 2017

    O Orçamento português passou no Eurogrupo mas os ministros das Finanças alertam que podem ser precisas mais medidas para cumprir as metas e em março vão voltar a olhar para as contas. Para já, estão satisfeitos com o compromisso assumido por Mário Centeno e mais sete ministros da zona euro, cujos Orçamentos estão em risco de incumprimento.

  • Youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Reportagem da SIC "Renegados"
    1:27

    Grande Reportagem SIC

    O youtuber Miguel Paraiso escreveu uma paródia musical para a Grande Reportagem SIC "Renegados".Desde ontem já teve 67 mil visualizações no Facebook. Imagine que ia renovar o cartão de cidadão e diziam-lhe que afinal não é português? Mesmo tendo nascido, crescido, estudado e trabalhado sempre em Portugal? Foi o que aconteceu a inúmeras pessoas que nasceram depois de 1981, quando a lei da nacionalidade foi alterada.«Renegados» é como se sentem estes filhos de uma pátria que os excluiu. Para ver, esta quarta-feira, no Jornal da Noite da SIC.

  • "A nossa guerra não deixou heróis, só vilões e vítimas"
    5:26

    Mundo

    Luaty Beirão é o rosto mais visível de um movimento de contestação ao regime angolano que começou em 2011, ano da Primavera árabe. Mas a par dos 15+2, mediatizados num processo que os condenou por lerem um livro, outros activistas arriscam diariamente a liberdade. A SIC esteve em Luanda e falou com o advogado Adolfo Campos e com os músicos Carbono Casimiro, Mona Dya Kidi e David Salei. Já todos estiveram presos. Já todos foram vítimas de violência policial. Defendem que "a geração anterior comprometeu o país" e acreditam que só a mudança política pode trazer um futuro melhor. Para estes jovens activistas, a guerra que arrasou o país, e com que o regime justifica tudo, não deixou heróis, apenas "vilões e vítimas".

  • Homem e cão resgatados das águas na Andaluzia
    0:32