sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Mais um detido na Bélgica por suspeita de envolvimento nos atentados de Paris

Um nono suspeito de envolvimento nos atentados de Paris foi detido e acusado na Bélgica, um dia depois do Conselho de Ministros belga ter decidido manter militares nas ruas até 20 de janeiro.

© Yves Herman / Reuters

Segundo o Ministério Público (MP) belga, citado pela agência France Presse, o suspeito esteve em contacto telefónico com o primo de Abdelhamid Abaaoud, o presumível 'cérebro' dos ataques de 13 de novembro, que mataram 130 pessoas.

As autoridades registaram vários telefonemas entre o suspeito e Hasna Aitboulahcen "após os ataques terroristas e antes do ataque a (estádio) Saint-Denis", onde o jovem e Abdelhamid Abaaoud, informou um porta-voz do MP Eric Van der Sypt.

O detido hoje chama-se Abdullah C., nasceu em 1985 e tem nacionalidade belga, lê-se no comunicado do MP, que acrescentou que o detido está indiciado de "envolvimento em ataques terroristas e participação em atividades num grupo terrorista".

As anteriores detenções tinham sido feitas no início de dezembro, envolvendo Samir Z., um francês, nascido em 1995 e o belga Pierre N, nascido em 1987. Os dois eram moradores na comuna de Molenbeek, em Bruxelas.

Logo após os ataques, a justiça belga indiciou Mohammed Amri e Hamza Attou, suspeitos de serem próximos de Salah Abdeslam, um dos principais suspeitos ainda a monte.

Outro acusado, Ali Oulkadi terá conduzido Salah Abdeslam desde Paris até à capital belga, e no veículo de Lazez Abraimi, outro detido, foi encontrado sangue e duas armas.

A polícia deteve ainda Abdellah C, sobre quem não foram divulgados mais pormenores, e Mohamed Bakkali, inquilino de uma casa suspeita de ter servido de esconderijo e que está localizada numa pequena comuna da região belga de Namur, no sul do país.

Quanto ao dispositivo de segurança na Bélgica, por proposta do ministro do Interior, Jan Jambon, o conselho de ministros aprovou a manutenção, no máximo de 700 militares nas ruas até 20 de janeiro.

A decisão surgiu após um parecer do Comité Estratégico de Inteligência e Segurança e no âmbito do 3 nível de ameaça, de uma escala de quatro.

O Órgão de Coordenação de Análise de Ameaças irá realizar uma nova avaliação do nível de ameaça global para preparar o trabalho do Comitê Estratégico de Inteligência e Segurança, lê-se no comunicado do conselho de ministros de quarta-feira.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.