sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Líder do grupo que atuou no Bataclan diz-se indicado por Deus para voltar a Paris

Jesse Hughes, líder do grupo Eagles of Death Metal, que atuou a 13 novembro, em França, aquando dos atentados terroristas, disse hoje acreditar ter sido "encarregado por Deus" para regressar a Paris e tocar para as vítimas.

VILHELM STOKSTAD / TT

"Tenho o sentimento de termos sido escolhidos pelas circunstâncias (...), para o melhor e para o pior. Tomo isso como uma responsabilidade. É Deus que me encarrega", disse o cantor em Estocolmo, na Suécia, onde retomou sábado a digressão europeia.

Em declarações à agência AFP, Hugues, que é um católico fervoroso, disse que sentia a necessidade de regressar a Paris e tocar para "os amigos" que foram vítimas dos terroristas em novembro.

No dia 13 de novembro de 2015, o grupo atuava no Bataclan, perante cerca de 1.500 espetadores, quando um comando de 'jihadistas' entrou na sala de espetáculos e abriu fogo indiscriminadamente, matando 90 pessoas, entre as quais o agente comercial da banda, Nick Alexander, e três membros da produtora.

Cerca de um mês após os atentados, os músicos do grupo de rock norte-americano regressaram a Paris e depositaram uma coroa de flores em frente à sala de espetáculos Bataclan, para homenagear os 90 mortos no ataque terrorista.

A banda também atuou num dos concertos que os U2 deram então na capital francesa.

O grupo, que tinha anulado a digressão europeia após os ataques, atuaram sábado na capital sueca, vão atuar hoje em Oslo e depois em Paris, na terça-feira, no Olympia, naquelas que são as primeiras datas das atuações.

Em Estocolmo, as medidas de segurança para o concerto foram montadas com um forte dispositivo, incluindo polícias à civil.

De acordo com a página oficial da banda, na Internet, a digressão passará pelo Coliseu de Lisboa, a 05 de março, cidade onde o concerto esteve inicialmente agendado para 10 de dezembro.

Os espetadores que estavam a 13 de novembro no Bataclan, na capital francesa, terão direito a entrada gratuita, no concerto de dia 16, no Olympia.

As etapas europeias, depois do concerto de hoje, em Estocolmo, estendem-se até 07 de março, e passam por Oslo, Paris, Munique, Zagreb, Budapeste, Viena, Zurique, Bruxelas, Treviso, Turim, Roma, Nimes, Barcelona, Madrid, Lisboa e Lille.

A 09 de março, a banda norte-americana inicia, em Bogotá, na Colômbia, uma digressão americana, que irá de São Paulo, Brasil, a Buenos Aires, Argentina, e Santiago do Chile.

Os atentados de 13 de novembro do ano passado, em Paris, foram reivindicados pelo grupo terrorista autodenominado Estado Islâmico (EI), e causaram 130 mortos e mais de 350 feridos.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.