sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Bélgica mantém nível 3 de alerta em Bruxelas

Bélgica mantém nível 3 de alerta em Bruxelas

A decisão de manter o nível três de alerta antiterrorismo na capital belga foi tomada ao início da tarde pelo Conselho Nacional de Segurança da Bélgica. A correspondente da SIC, Susana Frexes, fez o ponto da situação em Bruxelas.

  • Dois alegados terroristas procurados em Bruxelas
    1:44

    Ataques em Paris

    Está confirmada a identidade do suspeito abatido ontem pelas autoridades belgas. Trata-se de um um cidadão argelino de 35 anos que entrou e vivia no país de forma ilegal. A procuradoria belga confirma ainda que há outros dois suspeitos em fuga e quatro polícias feridos nesta operação, que está relacionada com a investigação aos atentados de Paris.

  • Jornalista belga surpreendida por tiroteio durante direto
    0:47

    Mundo

    Durante a cobertura jornalística da operação desta terça-feira, em Bruxelas, uma jornalista foi surpreendida em direto. A repórter da VTM, televisão belga parceira da SIC, estava em direto da zona onde a polícia fazia rusgas quando se ouviram alguns disparos. Visivelmente assustada, a jornalista manteve-se, no entanto, no local. As autoridades montaram depois um perímetro de segurança para proteger os profissionais dos meios de comunicação e aos moradores foi-lhes aconselhado que permanecessem em casa.

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Cenário mais estável no Sardoal
    0:55

    País

    O presidente da Câmara do Sardoal, Miguel Borges, disse esta manhã que a situação está mais calma. No entanto, o autarca pede que não se desmobilizem os meios porque a situação pode mudar de forma imprevisivel. Miguel Borges alertou ainda para o cansaço dos bombeiros e agentes da Proteção Civil.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.