sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Salah Abdeslam extraditado para França, anuncia a procuradoria belga

A procuradoria belga anunciou hoje que Salah Abdeslam, detido em Molenbeek, uma comuna de Bruxelas, por suspeito da autoria dos ataques de Paris, foi extraditado para França. A detenção de Abdeslam aconteceu em março, após quatro meses de operação antiterrorista das forças belgas e francesas, nos quais o suspeito conseguiu escapar às autoridades.

Salah Abdeslam

Salah Abdeslam

A França tinha requerido à Bélgica a tranferência de Salah Abdeslam pelo seu papel nos ataques de 13 de novembro em Paris, nos quais morreram 130 pessoas.

Uma declaração da procuradoria belga vem hoje anunciar a tranferência do suspeito, detido a 19 de março.

Um advogado fancês disse à estação de televisão iTele que vai ser o responsável pela defesa de Salah Abdeslam logo que ele chegue a França. Frank Berton garante que Abdeslam está disponível para cooperar com as autoridades.

A polícia belga interrogou também Abdeslam por suspeita de alegadas ligações aos atentados de 22 de março, em Bruxelas, que causaram 32 mortos.

Abdeslam em isolamento na prisão de Fleury-Mérogis

Francês de origem marroquina, Salah Abdeslam vai ficar detido "sob máxima segurança", numa zona de isolamento de um estabelecimento prisional da região de Paris, anunciou o ministro da Justiça francês, Jean-Jacques Urvoas.

Outras fontes ligadas ao processo adiantaram à Agence France-Presse que Abdeslam vai ficar detido na prisão de Fleury-Mérogis, cerca de 30 quilómetros a sul de Paris.

Última atualização 11:46

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21