sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Salah Abdeslam extraditado para França, anuncia a procuradoria belga

A procuradoria belga anunciou hoje que Salah Abdeslam, detido em Molenbeek, uma comuna de Bruxelas, por suspeito da autoria dos ataques de Paris, foi extraditado para França. A detenção de Abdeslam aconteceu em março, após quatro meses de operação antiterrorista das forças belgas e francesas, nos quais o suspeito conseguiu escapar às autoridades.

Salah Abdeslam

Salah Abdeslam

A França tinha requerido à Bélgica a tranferência de Salah Abdeslam pelo seu papel nos ataques de 13 de novembro em Paris, nos quais morreram 130 pessoas.

Uma declaração da procuradoria belga vem hoje anunciar a tranferência do suspeito, detido a 19 de março.

Um advogado fancês disse à estação de televisão iTele que vai ser o responsável pela defesa de Salah Abdeslam logo que ele chegue a França. Frank Berton garante que Abdeslam está disponível para cooperar com as autoridades.

A polícia belga interrogou também Abdeslam por suspeita de alegadas ligações aos atentados de 22 de março, em Bruxelas, que causaram 32 mortos.

Abdeslam em isolamento na prisão de Fleury-Mérogis

Francês de origem marroquina, Salah Abdeslam vai ficar detido "sob máxima segurança", numa zona de isolamento de um estabelecimento prisional da região de Paris, anunciou o ministro da Justiça francês, Jean-Jacques Urvoas.

Outras fontes ligadas ao processo adiantaram à Agence France-Presse que Abdeslam vai ficar detido na prisão de Fleury-Mérogis, cerca de 30 quilómetros a sul de Paris.

Última atualização 11:46

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas