sicnot

Perfil

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Ataques em Paris

Número de turistas em Paris diminui devido aos atentados

O número de turistas que se hospedaram em estabelecimentos hoteleiros na região de Paris durante o primeiro semestre caiu 6,4% (menos um milhão), face a igual período de 2015, para 14,9 milhões, devido aos atentados terroristas.

Segundo os dados apresentados hoje pelo Comité Regional de Turismo (CRT) e divulgados pela France Info, as descidas mais relevantes foram registadas nos turistas estrangeiros (9,9%), embora tenha sido mais moderada entre os visitantes franceses (3,5%).

De acordo com o CRT, não havia uma queda tão acentuada de turistas desde 2010 e, em termos de dormidas, a descida foi maior, de 8,5%.

A redução do fluxo de turistas resultou numa menor presença em monumentos e museus, como o Arco do Triunfo (menos 34,8%) e Versalhes (menos 16,3%).

Por nacionalidades, entre os que mais reduziram a sua estadia em Paris constam os japoneses (46,2%), russos (35%), italianos (27,7%) e também os Estados Unidos (19,6%).

Esta situação resultou numa quebra da faturação das empresas do setor turístico, que encolheu 749,7 milhões de euros.

O único ponto positivo no semestre foi a subida em 14 pontos do turismo de negócios.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.